O Arrependimento em 2 Crônicas 33: Aprendendo com a História

0

Introdução:
A passagem bíblica de 2 Crônicas 33 nos conta a história das vidas de Manassés e Amom, dois reis de Israel. Ambos pecaram contra o Senhor e, como consequência, sofreram as consequências de suas ações. No entanto, enquanto Manassés se arrependeu de seus pecados, Amom não o fez. Esta passagem nos ensina a importância de nos arrependermos de nossos pecados e de servir a Deus com todo o nosso coração.

Salmo 2 Cronicas 33

Conteúdo

Tabela sobre 2 Crônicas 33

Personagem Lição
Manassés Devemos nos humilhar diante de Deus e servi-lo com fidelidade.
Amom Não devemos seguir o mau exemplo dos nossos pais, mas sim obedecer a Deus.
Josias Devemos honrar a Deus e seguir a justiça.

2 Crônicas 33

1 Tinha Manassés doze anos de idade, quando começou a reinar, e cinqüenta e
cinco anos reinou em Jerusalém.

2 E fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme às abominações dos gentios
que o Senhor lançara fora de diante dos filhos de Israel.

3 Porque tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, tinha derrubado; e
levantou altares aos Baalins, e fez bosques, e prostrou-se diante de todo o
exército dos céus, e o serviu.

4 E edificou altares na casa do Senhor, da qual o Senhor tinha falado: Em
Jerusalém estará o meu nome eternamente.

5 Edificou altares a todo o exército dos céus, em ambos os átrios da casa do
Senhor.

6 Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou
de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e
encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira.

7 Também pôs uma imagem de escultura do ídolo que tinha feito, na casa de Deus,
da qual Deus tinha falado a Davi e a Salomão seu filho: Nesta casa e em
Jerusalém, que escolhi de todas as tribos de Israel, porei o meu nome para
sempre.

8 E nunca mais removerei o pé de Israel da terra que destinei a vossos pais;
contanto que tenham cuidado de fazer tudo o que eu lhes ordenei, conforme a toda
a lei, e estatutos, e juízos, dados pela mão de Moisés.

9 E Manassés tanto fez errar a Judá e aos moradores de Jerusalém, que fizeram
pior do que as nações que o Senhor tinha destruído de diante dos filhos de
Israel.

10 E falou o Senhor a Manassés e ao seu povo, porém não deram ouvidos.

11 Assim o Senhor trouxe sobre eles os capitàes do exército do rei da Assíria,
os quais prenderam a Manassés com ganchos e, amarrando-o com cadeias, o levaram
para Babilônia.

12 E ele, angustiado, orou deveras ao Senhor seu Deus, e humilhou-se muito
perante o Deus de seus pais;

13 E fez-lhe oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica, e
tornou a trazê-lo a Jerusalém, ao seu reino. Então conheceu Manassés que o
Senhor era Deus.

14 E depois disto edificou o muro de fora da cidade de Davi, ao ocidente de
Giom, no vale, e à entrada da porta do peixe, e ao redor de Ofel, e o levantou
muito alto; também pôs capitàes de guerra em todas as cidades fortificadas de
Judá.

15 E tirou da casa do Senhor os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os
altares que tinha edificado no monte da casa do Senhor, e em Jerusalém, e os
lançou fora da cidade.

16 E reparou o altar do Senhor e ofereceu sobre ele sacrifícios de ofertas
pacíficas e de louvor; e ordenou a Judá que servisse ao Senhor Deus de Israel.

17 Contudo o povo ainda sacrificava nos altos, mas somente ao Senhor seu Deus.

18 O restante dos atos de Manassés, e a sua oração ao seu Deus, e as palavras
dos videntes que lhe falaram no nome do Senhor Deus de Israel, eis que estão nas
crônicas dos reis de Israel.

19 E a sua oração, e como Deus se aplacou para com ele, e todo o seu pecado, e a
sua transgressão, e os lugares onde edificou altos, e pôs bosques e imagens de
escultura, antes que se humilhasse, eis que estão escritos nos livros dos
videntes.

20 E dormiu Manassés com seus pais, e o sepultaram em sua casa. Amom, seu filho,
reinou em seu lugar.

21 Tinha Amom vinte e dois anos de idade quando começou a reinar, e dois anos
reinou em Jerusalém.

22 E fez o que era mau aos olhos do Senhor, como havia feito Manassés, seu pai;
porque Amom sacrificou a todas as imagens de escultura que Manassés, seu pai
tinha feito, e as serviu.

23 Mas não se humilhou perante o Senhor, como Manassés, seu pai, se humilhara;
antes multiplicou Amom os seus delitos.

24 E conspiraram contra ele os seus servos, e o mataram em sua casa.

25 Porém o povo da terra feriu a todos quantos conspiraram contra o rei Amom; e
o povo da terra fez reinar em seu lugar a Josias, seu filho.

Mensagem crista 2 Cronicas 33

2 Reis 21

Este texto nos mostra a história de dois reis de Israel, Manassés e Amom, que foram responsáveis por governar o reino de Judá durante um período de tempo. Manassés tinha doze anos de idade quando começou a reinar e cinqüenta e cinco anos quando acabou. Ele fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme às abominações dos gentios que o Senhor lançou fora de diante dos filhos de Israel. Ele edificou altares aos Baalins, fez bosques, prostrou-se diante de todo o exército dos céus, e o serviu. Além disso, ele também passou seus filhos pelo fogo, usou de adivinhações, agouros, feitiçarias, consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira.

Mesmo assim, Deus se aplacou para com Manassés quando ele orou deveras ao Senhor e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais. Como consequência, Manassés foi trazido de volta a Jerusalém, ao seu reino, e reconheceu que o Senhor era Deus. Manassés então edificou o muro de fora da cidade de Davi, ao ocidente de Giom, no vale, e à entrada da porta do peixe, e ao redor de Ofel, e o levantou muito alto. Além disso, ele também tirou da casa do Senhor os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os altares que tinha edificado no monte da casa do Senhor, e em Jerusalém. Depois disso, Manassés reparou o altar do Senhor e ofereceu sobre ele sacrifícios de ofertas pacíficas e de louvor, e ordenou a Judá que servisse ao Senhor Deus de Israel.

Reflexão

Este texto nos ensina que Deus é misericordioso e perdoador. Manassés fez muitas coisas erradas, mas quando ele finalmente se arrependeu e humilhou-se diante de Deus, Deus o perdoou. Isso nos mostra que nunca é tarde demais para se arrepender e pedir perdão a Deus. Quando nos voltamos para Deus com um coração humilde, Ele nos oferece misericórdia e perdão. É importante que nos lembremos disso sempre, pois nenhum de nós é perfeito, e todos cometemos erros.

Além disso, este texto também nos ensina que devemos servir a Deus com a nossa vida. Manassés edificou o muro de fora da cidade de Davi, tirou os deuses estranhos e o ídolo, e reparou o altar do Senhor. Essas são algumas das maneiras pelas quais ele serviu a Deus. Assim como Manassés, devemos buscar servir a Deus com nossa vida, honrando-o e obedecendo às Suas leis.

O que é 2 Crônicas 33?

2 Crônicas 33 é o capítulo que narra a história do rei Manassés e de seu filho Amom, que reinaram sobre Judá e Jerusalém por algum tempo. Ambos fizeram o que era mau aos olhos do Senhor, violando Sua Palavra e adorando outros deuses. No entanto, Manassés se arrependeu de seus pecados e orou a Deus, que o ouviu e o libertou, mas Amom não se arrependeu e foi morto pelos seus servos.

O que podemos aprender com 2 Crônicas 33?

2 Crônicas 33 nos ensina que, apesar do pecado, Deus está sempre disposto a perdoar aqueles que se arrependem de seus pecados e buscam a Sua salvação. Também nos ensina que, quando servimos a outros deuses e vamos contra Sua Palavra, sofremos as consequências. Por isso, é importante que busquemos a direção de Deus em nossas vidas, para que possamos viver de acordo com Sua vontade e agradar a Ele.

FAQ Sobre 2 Crônicas 33

Pergunta 1: Quem eram Manassés e Amom?
Resposta: Manassés e Amom eram reis que reinaram em Jerusalém e Judá. Manassés fez o que era mau aos olhos do Senhor, mas se arrependeu e orou a Deus, que o ouviu e o libertou. Por outro lado, Amom não se arrependeu e foi morto por seus servos.

Pergunta 2: O que podemos aprender com 2 Crônicas 33?
Resposta: Podemos aprender que, apesar do pecado, Deus está sempre disposto a perdoar aqueles que se arrependem de seus pecados e buscam a Sua salvação. Também nos ensina que, quando servimos a outros deuses e vamos contra Sua Palavra, sofremos as consequências. Por isso, é importante que busquemos a direção de Deus em nossas vidas, para que possamos viver de acordo com Sua vontade e agradar a Ele.

Leave A Reply

Your email address will not be published.