Misericórdia Eterna: 2 Crônicas 36 – Uma Lição de Restauração Divina

0

Neste trecho de 2 Crônicas 36, somos apresentados à história do reinado dos reis Jeoacaz, Jeoiaquim, e Zedequias, que cada um governou Jerusalém por um curto período de tempo. É uma narrativa triste que nos mostra como a desobediência a Deus pode trazer consequências graves. Ao longo desta passagem, é possível ver como o Senhor Deus mostrou misericórdia e compaixão ao Seu povo, mesmo quando eles se rebelaram contra Ele. Por fim, vemos a promessa de Deus de restaurar Seu reino através de Ciro, rei da Pérsia. A lição aqui é que, através do Seu amor incondicional, Deus nos ama a tal ponto que nos dá a oportunidade de nos arrependermos, nos abençoar e nos restaurar.

Salmo 2 Cronicas 36

Conteúdo

Tabela sobre 2 Crônicas 36

Personagem Lição
Josias Devemos honrar e obedecer nossos pais.
Jeoacaz Não devemos nos rebelar contra Deus.
Jeoiaquim Devemos servir a Deus de todo o coração.
Joaquim Devemos temer a Deus e obedecer às Suas palavras.
Nabucodonosor Devemos ter cuidado com nossas ações, pois Deus não tolera a rebelião.
Zedequias Devemos ser humildes e confiar em Deus.
Ciro Devemos obedecer a Deus e seguir Seus mandamentos.

2 Crônicas 36

1 Então o povo da terra tomou a Jeoacaz, filho de Josias, e o fez rei em lugar
de seu pai, em Jerusalém.

2 Tinha Jeoacaz a idade de vinte e três anos, quando começou a reinar; e três
meses reinou em Jerusalém,

3 Porque o rei do Egito o depôs em Jerusalém, e condenou a terra à contribuição
de cem talentos de prata e um talento de ouro.

4 E o rei do Egito pôs a Eliaquim, irmão de Jeoacaz, rei sobre Judá e Jerusalém,
e mudou-lhe o nome em Jeoiaquim; mas a seu irmão Jeoacaz tomou Neco, e levou-o
para o Egito.

5 Tinha Jeoiaquim vinte e cinco anos de idade, quando começou a reinar, e reinou
onze anos em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus.

6 Subiu, pois, contra ele Nabucodonosor, rei de babilônia, e o amarrou com
cadeias, para o levar a babilônia.

7 Também alguns dos vasos da casa do SENHOR levou Nabucodonosor a babilônia, e
pô-los no seu templo em babilônia.

8 Quanto ao mais dos atos de Jeoiaquim, e as abominações que fez, e o mais que
se achou nele, eis que estão escritos no livro dos reis de Israel e de Judá; e
Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

9 Tinha Joaquim a idade de oito anos, quando começou a reinar; e reinou três
meses e dez dias em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor.

10 E no decurso de um ano enviou o rei Nabucodonosor, e mandou trazê-lo a
babilônia, com os mais preciosos vasos da casa do SENHOR; e pôs a Zedequias, seu
irmão, rei sobre Judá e Jerusalém.

11 Tinha Zedequias a idade de vinte e um anos anos, quando começou a reinar; e
onze anos reinou em Jerusalém.

12 E fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus; nem se humilhou perante o
profeta Jeremias, que falava da parte do Senhor.

13 Além disto, também se rebelou contra o rei Nabucodonosor, que o tinha
ajuramentado por Deus. Mas endureceu a sua cerviz, e tanto se obstinou no seu
coração, que não se converteu ao Senhor Deus de Israel.

14 Também todos os chefes dos sacerdotes e o povo aumentavam de mais em mais as
transgressões, segundo todas as abominações dos gentios; e contaminaram a casa
do Senhor, que ele tinha santificado em Jerusalém.

15 E o Senhor Deus de seus pais, falou-lhes constantemente por intermédio dos
mensageiros, porque se compadeceu do seu povo e da sua habitação.

16 Eles, porém, zombaram dos mensageiros de Deus, e desprezaram as suas
palavras, e mofaram dos seus profetas; até que o furor do Senhor tanto subiu
contra o seu povo, que mais nenhum remédio houve.

17 Porque fez subir contra eles o rei dos caldeus, o qual matou os seus jovens à
espada, na casa do seu santuário, e não teve piedade nem dos jovens, nem das
donzelas, nem dos velhos, nem dos decrépitos; a todos entregou na sua mão.

18 E todos os vasos da casa de Deus, grandes e pequenos, os tesouros da casa do
SENHOR, e os tesouros do rei e dos seus príncipes, tudo levou para babilônia.

19 E queimaram a casa de Deus, e derrubaram os muros de Jerusalém, e todos os
seus palácios queimaram a fogo, destruindo também todos os seus preciosos vasos.

20 E os que escaparam da espada levou para babilônia; e fizeram-se servos dele e
de seus filhos, até ao tempo do reino da Pérsia.

21 Para que se cumprisse a palavra do Senhor, pela boca de Jeremias, até que a
terra se agradasse dos seus sábados; todos os dias da assolação repousou, até
que os setenta anos se cumpriram.

22 Porém, no primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia (para que se cumprisse a
palavra do Senhor pela boca de Jeremias), despertou o Senhor o espírito de Ciro,
rei da Pérsia, o qual fez passar pregão por todo o seu reino, como também por
escrito, dizendo:

23 Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor Deus dos céus me deu todos os reinos
da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que está em
Judá. Quem há entre vós, de todo o seu povo, o Senhor seu Deus seja com ele, e
suba.

Mensagem crista 2 Cronicas 36

Jeoacaz Rei de Jerusalém

Jeoacaz foi o primeiro rei da linhagem de Josias, o rei de Judá. Ele tinha vinte e três anos de idade quando começou a reinar e durou três meses em Jerusalém. O rei do Egito o depôs e condenou a terra com uma contribuição de cem talentos de prata e um talento de ouro.

Jeoiaquim Rei de Judá e Jerusalém

Jeoiaquim, irmão de Jeoacaz, foi o segundo rei desta linhagem. Ele tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar e durou onze anos em Jerusalém. Durante seu reinado, ele fez o que era mau aos olhos de Deus. Por causa disso, o rei Nabucodonosor, rei de Babilônia, subiu contra ele e o amarrou com cadeias para levá-lo a Babilônia.

Joaquim Rei de Jerusalém

Joaquim foi o terceiro rei desta linhagem. Ele tinha oito anos de idade quando começou a reinar e durou três meses e dez dias em Jerusalém. Durante seu reinado, ele também fez o que era mau aos olhos de Deus. Por causa disso, o rei Nabucodonosor o enviou para Babilônia, com os mais preciosos vasos da Casa do Senhor.

Zedequias Rei de Judá e Jerusalém

Zedequias foi o quarto e último rei desta linhagem. Ele tinha vinte e um anos de idade quando começou a reinar e durou onze anos em Jerusalém. Durante seu reinado, ele também fez o que era mau aos olhos de Deus. Ele se rebelou contra o rei Nabucodonosor, que o tinha ajuramentado por Deus, e endureceu a sua cerviz, não se convertendo ao Senhor Deus de Israel.

Conclusão

Estes quatro reis de Jerusalém, que eram da linhagem de Josias, não obedeceram a Deus. Eles fizeram o que era mau aos olhos de Deus, contaminando a Casa do Senhor em Jerusalém. Por causa disso, eles sofreram as consequências de seus atos. Deus, no entanto, é misericordioso e compadeceu-se do seu povo, enviando Ciro, rei da Pérsia, para que edificasse uma Casa para o Senhor em Jerusalém.

Introdução

2 Crônicas 36 conta a história dos reis Jeoacaz, Jeoiaquim e Zedequias que reinaram em Jerusalém. Esta passagem narra como eles se rebelaram contra o Senhor e como foram punidos por isso. Também descreve como o rei Nabucodonosor os levou para Babilônia, e como Ciro, rei da Pérsia, permitiu que eles retornassem para Jerusalém.

O Reinado de Jeoacaz

Jeroacaz era o filho de Josias e tinha 23 anos quando começou a reinar. Ele reinou por três meses, mas foi deposto pelo rei do Egito que cobrou 100 talentos de prata e um talento de ouro como tributo. Seu irmão Eliaquim foi nomeado rei em seu lugar e seu nome foi mudado para Jeoiaquim.

O Reinado de Jeoiaquim

Jeroiaquim tinha 25 anos quando assumiu o trono. Ele reinou por 11 anos e fez o que era mau aos olhos do Senhor. Por causa disso, o rei Nabucodonosor o levou para Babilônia, assim como alguns dos vasos da casa do Senhor.

O Reinado de Zedequias

Zedequias era o irmão de Jeoiaquim e tinha 21 anos quando assumiu o trono. Ele reinou por 11 anos e também fez o que era mau aos olhos do Senhor. Por causa disso, o rei Nabucodonosor o levou para Babilônia, assim como alguns dos vasos da casa do Senhor.

Conclusão

2 Crônicas 36 nos lembra que todos somos responsáveis por nossas ações e devemos sempre obedecer a palavra de Deus. Quando tomamos decisões erradas, sofremos as consequências. Mas Deus não nos abandona e sempre nos dá uma segunda chance.

FAQ

Quem eram os reis descritos em 2 Crônicas 36?

2 Crônicas 36 descreve o reinado de Jeoacaz, Jeoiaquim e Zedequias.

Por que os reis foram levados para Babilônia?

Os reis foram levados para Babilônia porque desobedeceram a palavra de Deus e fizeram o que era mau aos olhos do Senhor.

Por que Ciro, rei da Pérsia, permitiu que os reis retornassem para Jerusalém?

Ciro, rei da Pérsia, permitiu que os reis retornassem para Jerusalém porque Deus despertou o seu espírito para que cumprisse a palavra profetizada por Jeremias.

Leave A Reply

Your email address will not be published.