A Comunhão: Desbravando a Unidade no Mundo de Incertezas”

0

O mundo está cheio de dor e desespero, mas também está cheio de amor e unidade. Nesta era de incerteza, é mais importante do que nunca que nos lembremos de que somos melhores juntos do que separados. Neste artigo, vamos explorar a unidade, como ela é ensinada nas Escrituras e como ela pode nos ajudar a construir um futuro melhor para todos. Vamos examinar como o amor mútuo, o compartilhamento de bens e o cuidado mútuo podem nos ajudar a criar comunidades fortes e saudáveis. Vamos ver como podemos nos unir, como discípulos de Cristo, para servir uns aos outros e ao mundo ao nosso redor.

Mensagem crista A Comunhao 1

Conteúdo

Tabela sobre A Comunhão

Característica Descrição
Unidade Todos os crentes estavam juntos e tinham tudo em comum.
Ajuda Mútua Levar as cargas uns dos outros para cumprir a lei de Cristo.
Amor Um novo mandamento para amar uns aos outros como Cristo nos amou.
Fé Mútua Anunciar o que vimos e ouvimos para ter comunhão uns com os outros.
Admoestação Exortar-se uns aos outros para edificação mútua.
Companheirismo Melhor é serem dois do que um, pois têm melhor paga do seu trabalho.
Bondade Fazer bem a todos, especialmente aos domésticos da fé.

A Bíblia nos ensina a amar

A Bíblia é repleta de mensagens de amor e bondade. É nosso dever, como seguidores de Cristo, amar uns aos outros.

Em João 13:34-35, Jesus nos deu o novo mandamento: “Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.”

Em Atos 2:44-47, lemos sobre o amor que os primeiros cristãos tinham uns pelos outros: “E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.”

Em Provérbios 27:17, lemos: “Como o ferro com ferro se aguça, assim o homem afia o rosto do seu amigo.” Este versículo nos ensina que devemos nos esforçar para fortalecer o amor uns pelos outros.

Em Gálatas 6:2, lemos: “Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.” Esta passagem nos ensina a compartilhar as nossas responsabilidades e ajudar uns aos outros.

Em 1 João 3:16-18, lemos: “Nisto conhecemos o amor: Jesus deu a sua vida por nós; também nós devemos dar a nossa vida pelos irmãos. Se alguém tiver bens deste mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, não lhe tiver compaixão, como o amor de Deus pode estar nele? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de obra e em verdade.” Esta passagem nos ensina que o verdadeiro amor é demonstrado pelas nossas ações.

Em Efésios 4:32, lemos: “Sedes benignos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” Esta passagem nos ensina que devemos perdoar uns aos outros, assim como Deus nos perdoou.

A Bíblia nos ensina que o amor é a essência do cristianismo. Se quisermos seguir a vontade de Deus, precisamos deixar de lado o ódio e a violência e amar uns aos outros como Cristo nos amou.

Salmo A Comunhao 1

A Comunhão: Um Estudo Bíblico

Introdução

A comunhão é um dos temas mais discutidos na Bíblia. O conceito de comunhão é repetidamente ensinado, pois é o que nos conecta uns aos outros em um relacionamento fraterno, unido e cheio de amor. Nesta passagem, vemos a comunhão sendo reforçada, que é a união entre os cristãos, como herdeiros de Jesus Cristo. Essa união nos ajuda a obedecer ao mandamento de Jesus de Amar uns aos outros como ele nos amou.

Símbolos, Motivos e Personagens

Os símbolos, motivos e personagens que acompanham a passagem são essenciais para nos ajudar a compreender a comunhão. O ferro com ferro se aguça nos lembra que temos que nos edificar uns aos outros, pois assim podemos cumprir o novo mandamento de amar uns aos outros.

Os personagens envolvidos na passagem são aqueles que participaram da igreja primitiva, que se reuniam para orar, adorar e partilhar tudo o que tinham em comum. Eles se uniram em um corpo uno e partilharam suas propriedades e bens, tornando-se exemplos de comunhão.

Versículos, Alusões e Prenúncios

A passagem contém versículos, alusões e prenúncios que nos ajudam a entender a comunhão. O versículo “Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo” (Gálatas 6:2) nos ensina que devemos nos ajudar uns aos outros. O versículo “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis” (João 13:34-35) nos lembra que devemos amar uns aos outros com o amor que Jesus nos amou.

Da mesma forma, a alusão ao cordão de três dobras (Eclesiastes 4:12) nos ensina que, ao nos unirmos uns aos outros, nossa comunhão se torna mais forte. Prenúncios como “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros” (João 13:35) nos mostram que a comunhão é um testemunho do nosso relacionamento com Cristo.

Metáforas e Ambientação

A passagem contém metáforas, como “como o ferro com ferro se aguça” (Provérbios 27:17) e “o cordão de três dobras” (Eclesiastes 4:12), que nos ajudam a compreender o que significa estar em comunhão uns com os outros. Ambientar a passagem nos ajuda a ter uma imagem mental de como era a igreja primitiva. A passagem nos mostra que eles se reuniam para orar, adorar e partilhar tudo o que tinham em comum, além de louvar a Deus e cair na graça do povo.

Pontos de Vista

Os pontos de vista sobre a comunhão presentes na passagem são clara e consistentes. Eles nos ensinam que devemos nos ajudar uns aos outros e nos unirmos para louvar a Deus e servir uns aos outros. Essa unidade nos ajuda a amar uns aos outros como Cristo nos amou, o que é o maior testemunho de comunhão.

Conclusão

A comunhão é essencial para nossa vida cristã. A passagem nos ensina que devemos nos unir uns aos outros para louvar a Deus e servir uns aos outros. Devemos nos edificar uns aos outros, pois assim cumpriremos o novo mandamento de amar uns aos outros com o amor de Cristo. Se amarmos uns aos outros, todos conhecerão que somos discípulos de Cristo. Por isso, vamos encorajar uns aos outros e edificar uns aos outros, e assim, gozaremos da unidade da comunhão.

Pergunta 1: O que é a Comunhão?


Resposta: A Comunhão é o ato de compartilhar a vida uns com os outros, de forma que a vida de cada um seja influenciada pela vida dos outros. É um compromisso de amor e compaixão, que se baseia na oração, na partilha de bens e nos ensinamentos de Jesus.

Pergunta 2: Qual a importância da Comunhão?


Resposta: A Comunhão é importante pois nos ajuda a crescer espiritualmente e nos conectar com nossos irmãos na fé. Estimula a união, a colaboração e a partilha, nos ensinando a amar e servir uns aos outros.

Pergunta 3: Quais são os princípios da Comunhão?


Resposta: Os princípios da Comunhão são: amor, união, partilha, serviço, colaboração, oração e obediência aos ensinamentos de Jesus.

Pergunta 4: Quais são os benefícios da Comunhão?


Resposta: Os benefícios da Comunhão incluem o crescimento espiritual, o fortalecimento de laços entre os membros da igreja, o aumento da fé e o aumento da motivação para servir a Deus e ao próximo.

Pergunta 5: Como posso participar da Comunhão?


Resposta: Para participar da Comunhão, você deve buscar conectar-se com seus irmãos na fé. Participe de atividades e reuniões da igreja, seja amável e serviçal, ore com outros e compartilhe os ensinamentos de Jesus.

Leave A Reply

Your email address will not be published.