A história de Santo Antônio de Pádua

0

As vidas dos santos são recheadas de lições espirituais. E um dos santos que você precisa conhecer mais profundamente é a vida de Santo Antônio de Pádua, esse sendo um dos santos mais venerados no Brasil. Vamos conferir sua história! 

Como começou a história de Santo Antônio de Pádua?

Embora Santo Antônio Pádua carregue o nome da cidade italiana de Pádua, o santo nasceu em Lisboa. Fernando Bulhões, o nome que Santo Antônio de Pádua recebeu em seu batismo, nasceu na capital portuguesa próximo do ano de 1191. O santo que se tornaria um Doutor da Igreja, um dos títulos mais importante dado pela Igreja Católica Romana aos seus santos, sempre teve desde pequeno uma inclinação para a vida espiritual. 

O que levou o jovem Fernando de Bulhões a entrar na Ordem dos Franciscanos?

Próximo da adolescência, Santo Antônio de Pádua começou a sentir a opressão da carne e tentações lascívias. Sua piedade o levou a procurar a clausura monástica. Assim Santo Antônio entrou na ordem dos Cônegos que seguem a regra agostiniana. Mas a pedido de seu superior Santo Antônio foi transferido para ordem franciscana. 

Antônio de Pádua chega a Itália

Após se tornar um monge franciscano Santo Antônio passou a se interessar pelo martírio e sonhava em perecer pregando o evangelho aos mouros. Com muita insistência Santo Antônio conseguiu autorização para pregar em Marrocos e partiu em direção à terra dos muçulmanos para sofrer o martírio. 

Basílica de Santo Antônio de Pádua
Basílica de Santo Antônio de Pádua. Fonte/Reprodução: Original.

O martírio não ocorre e o Santo acaba ficando doente e volta para a Europa. Na volta sua embarcação naufraga próximo da Sicília.  

Felizmente o santo foi ajudado pelos seus irmãos franciscanos e acabou participando de um encontro da ordem com São Francisco na Itália. A partir daí Santo Antônio passa a ter um contato frequente com São Francisco que o designa a pregar em inúmeras regiões da Itália, fazendo o santo ser bastante conhecido em várias cidades italianas e também nutrir amor por elas.

Os milagres de Santo Antônio de Pádua

Santo Antônio de Pádua não dava testemunho de si mesmo, mas Deus testemunhava o santo pela ação dos milagres. Veremos alguns!

A menina da Moringa quebrada

Aos 5 anos, Fernando Bulhão encontrou uma garota que chorava sob sua moringa quebrada. Gentilmente o menino piedoso pegou os cacos da moringa e entregou à garota em bom estado.

O menino que falava e liderava os animais

As plantações de trigo do pai do Fernando estavam sendo assoladas por pardais. Um dia o menino gentilmente rezou e pediu para que os pássaros parassem de atormentar as plantações e os animais prontamente o atenderam. 

A entidade e os objetos roubados

Santo Antônio de Pádua ministrava aulas aos monges quando um dos seus alunos em uma situação difícil fugiu do mosteiro e roubou o breviário do santo. O santo rezou a Deus pedindo seu breviário de volta e o monge fujão foi atormentado por uma assombração que o forçou a voltar correndo pedindo perdão a Santo Antônio de Pádua e devolvendo o breviário. 

A lenda de Monchique

Reza uma lenda em Monchique que uma mulher que desejava se casar pediu uma benção a Santo Antônio. Ela foi atendida e casou, porém não foi feliz. Do relacionamento nasceu uma linda garota que infelizmente viveu em um lar de brigas.

Cansada das discussões, a garota pediu a Santo Antônio que as discussões em casa terminassem. A jovem após realizar sua oração foi abordada por um estranho pedindo um lugar para repousar, a menina indicou sua casa e o estranho homem enquanto descansava na casa da menina conversou com seu pai que sentiu arrependimento e decidiu trazer paz ao seu lar. 

A lenda de Monchique
Monchique. Fonte/Reprodução: Original.

Ao ir embora a garota encontrou um ícone de Santo Antônio de Pádua, confirmando assim a bênção do santo.

Santo Antônio e a mula do herege

Um herege discutia com o monge a respeito da presença de Cristo vivo em uma hóstia consagrada. Irritado, o herege grita ao monge que acreditaria na presença de Deus na hóstia caso uma mula faminta preferisse a hóstia a uma ração. De pronto cristãos trouxeram uma mula faminta que ignorou a ração mas se ajoelhou diante da hóstia que Santo Antônio trazia. 

A morte de Antônio de Pádua

Santo Antônio de Pádua sofria de hidropisia, a doença se agravou próxima da sua morte nos anos de 1231. Ao perceber que seu momento estava chegando o Santo quis morrer em Pádua. 

Após morrer Santo Antônio de Pádua foi canonizado em tempo recorde pela Igreja, apenas um ano após sua morte. Isso mostra o quanto era venerado e respeitado.

Oração a Santo Antônio de Pádua

Vamos agora conhecer uma linda oração a Santo Antônio de Pádua para você realizar suas devoções: 

A vós, Antônio, cheio de amor a Deus e aos homens, que tiveste a sorte de estreitar entre teus braços ao Menino-Deus, a ti cheio de confiança, recorro na presente tribulação que me acompanha (diga o problema que o aflige).

Peço-te também por meus irmãos mais necessitados, pelos que sofrem e pelos oprimidos, pelos marginalizados e aqueles que, hoje, mais necessitam de sua proteção. Fazei com que nos amemos todos como irmãos e que, no mundo, haja amor e não ódio. Ajudai-nos a viver a mensagem de Cristo.

Vós, em presença do Senhor Jesus, não cesses de interceder a Ele, com Ele e por Ele a nosso favor ante o Pai. Amém.

Agora que já conhece a grande história do santo, não deixe de colocá-lo na sua lista de santos venerados e trazer mais luz ao seu dia a dia!

Leave A Reply

Your email address will not be published.