Apocalipse 13: Resistir às Tentativas de Desvio da Fé!

0

A passagem bíblica de Apocalipse 13 nos mostra uma visão profética de um tempo de grandes tribulações para a humanidade. A besta de sete cabeças e dez chifres representa o poder do mal, com a intenção de enganar e seduzir a humanidade, com o objetivo de levar a todos à adoração e veneração a ela. A besta nos mostra a tentativa de desviar a humanidade do propósito de Deus, e nos lembra que a fidelidade a Deus será recompensada, enquanto o caminho do mal será punido. É nosso dever, como seguidores de Cristo, permanecer firmes na fé e nos manter fiéis a Deus, para resistirmos às tentações e às armadilhas do mal.

Salmo Apocalipse 13

Conteúdo

Tabela sobre Apocalipse 13

Personagem Lição
Dragão Não devemos nos deixar levar pelo poder e influência do mal.
Besta Devemos resistir ao mal e não nos deixar enganar por ele.
Cordeiro Devemos manter nossa fé e confiar em Deus.
Santos Devemos ter paciência e perseverança para resistir ao mal.

Apocalipse 13

1 E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete
cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas
cabeças um nome de blasfêmia.

2 E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e
a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e
grande poderio.

3 E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi
curada; e toda a terra se maravilhou após a besta.

4 E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo:
Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?

5 E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e
deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.

6 E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do
seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.

7 E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder
sobre toda a tribo, e língua, e nação.

8 E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão
escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.

9 Se alguém tem ouvidos, ouça.

10 Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada,
necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.

11 E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um
cordeiro; e falava como o dragão.

12 E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e
os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.

13 E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à
vista dos homens.

14 E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse
em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à
besta que recebera a ferida da espada e vivia.

15 E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a
imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem
a imagem da besta.

16 E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes
seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,

17 Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou
o nome da besta, ou o número do seu nome.

18 Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta;
porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Mensagem crista Apocalipse 13

Introdução

A passagem bíblica descrita acima é encontrada no livro de Apocalipse, capítulo 13, e narra a visão do apóstolo João, quando ele se encontra sobre a areia do mar. Esta visão é sobre a besta que tem sete cabeças e dez chifres, representando a força e o poder de Satã, que é o dragão de que se fala no texto.

A Besta e o Dragão

De acordo com o versículo 2, a besta que João viu era semelhante ao leopardo, com pés como os de um urso e boca como a de um leão. O dragão então deu-lhe o seu poder, trono e grande poderio.

Uma Cabeça Ferida

No versículo 3, João vê uma das cabeças da besta ferida de morte, mas a sua chaga mortal foi curada e toda a terra se maravilhou após a besta. Isso significa que a besta e o dragão estão tentando enganar o mundo, para que todos adorem a besta.

Adoração e Blasfêmias

No versículo 4, vemos que os habitantes da terra adoram o dragão e a besta, pois ninguém é capaz de vencê-la. Ela foi dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias, e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.

No versículo 6, vemos que a besta abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, do seu tabernáculo e dos que habitam no céu. Ela foi permitida a fazer guerra aos santos e vencê-los, e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, língua e nação.

O Livro da Vida

No versículo 8, vemos que todos os que habitam sobre a terra adoram a besta, exceto aqueles cujos nomes estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. É por isso que é importante que todos busquemos a salvação em Cristo, pois só assim poderemos ter nossos nomes escritos no livro da vida.

Outra Besta

No versículo 11, vemos que João vê subir da terra outra besta, que tem dois chifres semelhantes aos de um cordeiro e fala como o dragão. Esta besta exerce todo o poder da primeira besta na sua presença e faz que todos na terra adorem a primeira besta.

Sinais e Imagem da Besta

No versículo 13, vemos que a besta faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. Ela engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, e faz que eles façam uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.

O Sinal e o Número da Besta

No versículo 15, vemos que foi concedido à besta para dar espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. No versículo 17, vemos que a besta faz que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

No versículo 18, vemos que a sabedoria para entender o número da besta é que ele é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Conclusão

Esta passagem bíblica nos mostra o quanto o mundo está sendo enganado pela besta e pelo dragão. É importante que todos busquemos a salvação em Cristo, pois só assim poderemos ter nossos nomes escritos no livro da vida, e assim escapar do engano da besta.

O que é Apocalipse 13?

Apocalipse 13 é um capítulo da Bíblia do Novo Testamento, que conta sobre o surgimento de uma besta que tem sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. Esta besta é descrita como sendo semelhante ao leopardo, com os pés como os de um urso e a sua boca como a de um leão. Este ser é dado grande poder por um dragão, e é permitido fazer guerra aos santos e vencê-los.

O que significa Apocalipse 13?

Apocalipse 13 é um capítulo da Bíblia que fala sobre a figura da besta, que é vista como um símbolo do mal e da desobediência a Deus. Este capítulo também fala sobre a importância da fé e da paciência dos santos e sobre a necessidade de resistir às tentações do mal.

Qual é a mensagem de Apocalipse 13?

A mensagem de Apocalipse 13 é que, mesmo diante da presença do mal e da desobediência a Deus, é importante ter fé e resistir às tentações e às forças do mal. É importante não se deixar levar por aqueles que adoram a besta e que seguem seus ensinamentos, pois isso só pode levar à destruição.

FAQ – Perguntas e Respostas Sobre Apocalipse 13

O que é a besta descrita em Apocalipse 13?

A besta descrita em Apocalipse 13 é vista como um símbolo do mal e da desobediência a Deus. É descrita como tendo sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.

Qual é o significado de Apocalipse 13?

O significado de Apocalipse 13 é que, mesmo diante da presença do mal e da desobediência a Deus, é importante ter fé e resistir às tentações e às forças do mal.

Qual é a mensagem de Apocalipse 13?

A mensagem de Apocalipse 13 é que, mesmo diante da presença do mal e da desobediência a Deus, é importante ter fé e resistir às tentações e às forças do mal. É importante não se deixar levar por aqueles que adoram a besta e que seguem seus ensinamentos, pois isso só pode levar à destruição.

Leave A Reply

Your email address will not be published.