Beata Antônia da Firenze

0

Conheça a história da Beata Antônia da Firenze:

Antônia nasceu em 1400. Quando tinha 15 anos, ela se casou. Mas logo ficou viúva, ficando sozinha com o filho. Alguns anos depois, ela se casou novamente, mas logo ficou viúva novamente.

Conteúdo

A vida de Antônia: uma mulher virtuosa

Então, ela entrou para um grupo de mulheres chamado Clarissas de Santo Onófrio. Lá, ela ajudava as outras mulheres a serem virtuosas e pirosas.

Ela foi enviada para o Convento de Santa Ana em Folinho, que é um convento para mulheres. Depois, se tornou a superiora, ou líder, do convento de Santa Isabel em Áquila. Sendo responsável pelo convento e pelas outras mulheres que vivem lá.

A história da beata Antônia da Firenze

São João de Capistrano era o diretor de Antônia, e depois de alguns anos ele conseguiu que ela tivesse o mosteiro Corpus Christi, em Áquila. Lá, ela fez com que a observância religiosa fosse cumprida de forma pura.

Beata Antônia da Firenze
Beata Antônia da Firenze

Seu filho, no entanto, só lhe trouxe problemas. Ele era muito egoísta e não se importava com ninguém, o que causou muita tristeza para Antônia. Ela recebeu uma visita da Santíssima Virgem e teve várias visões, o que a ajudou a se sentir melhor.

A beata Antônia da Firenze: uma mulher santa reconhecida pelo Papa Pio IX

A beata Antônia da Firenze morreu santamente em 29 de fevereiro de 1472 e foi enterrada na igreja. Alguns dos habitantes da cidade pediram para que o corpo da beata fosse deixado na igreja para que todos pudessem ver.

O Papa Pio IX aprovou o culto à Beata Antônia da Firenze no dia 11 de setembro de 1847. Isso significa que as pessoas podem realizar cerimônias e orações em sua honra, e que ela é reconhecida como uma mulher santa pelas autoridades religiosas.

Leave A Reply

Your email address will not be published.