Como é a Oração do Cordeiro de Deus e seu significado

0

Se você já foi a uma missa alguma vez na sua vida, então você certamente já ouviu a oração do Cordeiro de Deus. Contudo, talvez você não saiba quem ou o que é o dito Cordeiro de Deus, em particular, se você for novo na fé católica. Assim sendo, vejamos agora qual é o simbolismo que essa oração carrega e como realizá-la.

Significado da Oração do Cordeiro de Deus

A oração do Cordeiro de Deus traz consigo um pedido de remissão dos nossos pecados a Jesus Cristo. Jesus é chamado por João Batista de Cordeiro de Deus, retomando a uma antiga tradição judaica de sacrificar um cordeiro em pedido de perdão a Deus pelos pecados cometidos.

Significado da Oração do Cordeiro de Deus
Qual significado. Fonte/Reprodução: original.

João prevê a morte de Cristo para a salvação dos homens e, por isso, chama-o de Cordeiro de Deus. Posto isso, novamente, a oração do Cordeiro de Deus vem para pedir a Cristo que ele perdoe nossos pecados por meio de seu sacrifício.

Oração do Cordeiro de Deus

Vejamos agora como realizar a oração do Cordeiro de Deus em português.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

Agora veremos como realizar essa mesma oração em latim.

Oração do Cordeiro de Deus em latim

Assim reza-se a oração do Cordeiro de Deus em latim.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, miserere nobis.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, miserere nobis.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, dona nobis pacem.

Estas são as duas maneiras mais comuns de rezar a oração do Cordeiro de Deus.

Simbologia histórica do Cordeiro de Deus

A oração do Cordeiro de Deus tem um simbolismo muito profundo.

Na Bíblia, inúmeras referências a sacrifícios são feitas, começando pela história de Caim e Abel, na qual ambos fazem oferendas a Deus, mas a oferenda de Caim é rejeitada e, enciumado, ele mata seu irmão.

Existe mais de uma teoria sobre o porquê de Deus ter recusado a oferenda de Caim. Alguns afirmam que ele não ofereceu o melhor de sua safra, que o sacrifício não foi feito com verdadeira fé. Contudo, há uma teoria em específico que se destaca: a teoria do sangue.

Conforme vamos vendo ao longo do Antigo Testamento, os sacrifícios feitos a Deus são sacrifícios de sangue e Caim era um lavrador, portanto, não havia sangue em sua oferenda e, por essa razão, Deus a recusou.Há determinados grupos religiosos que vão ainda mais além: tendo Deus recusado a oferenda de sua melhor colheita, Caim decidiu sacrificar a ele o que tinha de mais precioso em sua vida: seu irmão, essa teria sido a real razão pela qual Caim matou Abel em sacrifício a Deus.

Simbologia histórica do Cordeiro de Deus
Qual simbologia. Fonte/Reprodução: original.

Mais à frente, vemos Deus pedindo a Abraão que mate seu único filho. E, mais adiante ainda, testemunhamos o costume judaico de oferecer a Deus um cordeiro ou um bode puro, imaculado, que era sacrificado em honra a Ele, e um outro bode em que eram depositados os pecados do povo e este era solto no deserto para Azazel (que segundo algumas tradições esotéricas, trata-se de um demônio, embora alguns historiadores afirmem que Azazel era apenas uma antiga palavra designando um lugar deserto).

Enfim, o que tudo isso tem a ver com a oração do Cordeiro de Deus?

Com a vinda de Cristo, não mais se exigiram sacrifícios de sangue. Ele veio para completar a revelação de Deus e para nos mostrar que isso não era mais essencial, pois o próprio Cristo era o sacrifício final. O cordeiro a ser sacrificado a Deus para a remoção dos pecados do mundo. O Cristo pregado na cruz, o sangue do único verdadeiramente inocente, foi o preço final a ser pago pelos nossos pecados.

Foi com a morte de Cristo que os portões do céu foram abertos e a humanidade pôde ser redimida da mancha do pecado original. A oração do Cordeiro de Deus traz consigo todo esse simbolismo sacrificial contido na Bíblia e o resume na figura de Cristo. Não mais precisamos imolar bodes e cordeiros, porque o sangue de Jesus Cristo já pagou por todos os nossos pecados.

Deus agora não deseja sacrifícios de sangue, o sacrifício que se deve dar a Ele, agora, é um coração contrito, verdadeira devoção e amor, penitências, jejum e caridade. Não precisamos mais derramar sangue, pois como dito, o sangue do único e verdadeiro inocente pagou pelos nossos erros.

Não devemos jamais nos esquecer do sacrifício realizado por Cristo, pois foi o sacrifício dele que nos permitiu sermos livres dos pecados de nossos pais, foi a morte d’Ele que abriu os portões para o Paraíso e são os ensinamentos de Cristo que nos permitem chegar à salvação de nossas almas. Portanto, sempre que possível, realize a oração do Cordeiro de Deus em honra ao Nosso Senhor!

Leave A Reply

Your email address will not be published.