Descubra a Bênção de Deus em Deuteronômio 26: Uma Reflexão Inspiradora!

0

Neste postblog, vamos refletir sobre a passagem bíblica Deuteronômio 26. A linguagem aqui é religiosa, cristã, positiva e simples, em português do Brasil. Esta passagem bíblica é um importante testemunho da fé dos judeus no Deus de Abraão, Isaac e Jacó, que os libertou da escravidão do Egito e deu-lhes a Terra Prometida. Aqui, lemos sobre como os judeus deveriam dar graças a Deus por sua bondade e seu amor, e como deveriam seguir os seus mandamentos e estatutos. Esta passagem nos ajuda a recordar que Deus está sempre presente em nossas vidas, e nos incentiva a dar o melhor de nós mesmos em todas as áreas de nossas vidas, para que possamos experimentar o seu amor e a sua bênção.

Salmo Deuteronomio 26

Conteúdo

Tabela sobre Deuteronômio 26

Personagem Lição
Arameu Deus tem o poder de fazer crescer e multiplicar aqueles que confiam Nele.
Egípcios Deus tem o poder de libertar aqueles que estão sofrendo opressão.
Israel Deus é fiel às promessas que faz a Seus filhos.
Levita Devemos dar a Deus o que é Dele, reconhecendo que tudo que temos vem Dele.
Estrangeiro Devemos compartilhar com aqueles que são menos abençoados do que nós.
Órfão Devemos cuidar dos mais fracos e necessitados.
Viúva Devemos ter misericórdia com aqueles que sofrem.

Deuteronômio 26

1 E será que, quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der por herança,
e a possuíres, e nela habitares,

2 Então tomarás das primícias de todos os frutos do solo, que recolheres da
terra, que te dá o Senhor teu Deus, e as porás num cesto, e irás ao lugar que
escolher o Senhor teu Deus, para ali fazer habitar o seu nome.

3 E irás ao sacerdote, que houver naqueles dias, e dir-lhe-ás: Hoje declaro
perante o Senhor teu Deus que entrei na terra que o Senhor jurou a nossos pais
dar-nos.

4 E o sacerdote tomará o cesto da tua mão, e o porá diante do altar do Senhor
teu Deus.

5 Então testificarás perante o Senhor teu Deus, e dirás: Arameu, prestes a
perecer, foi meu pai, e desceu ao Egito, e ali peregrinou com pouca gente, porém
ali cresceu até vir a ser nação grande, poderosa, e numerosa.

6 Mas os egípcios nos maltrataram e nos afligiram, e sobre nós impuseram uma
dura servidão.

7 Então clamamos ao Senhor Deus de nossos pais; e o Senhor ouviu a nossa voz, e
atentou para a nossa miséria, e para o nosso trabalho, e para a nossa opressão.

8 E o Senhor nos tirou do Egito com mão forte, e com braço estendido, e com
grande espanto, e com sinais, e com milagres;

9 E nos trouxe a este lugar, e nos deu esta terra, terra que mana leite e mel.

10 E eis que agora eu trouxe as primícias dos frutos da terra que tu, ó Senhor,
me deste. Então as porás perante o Senhor teu Deus, e te inclinarás perante o
Senhor teu Deus,

11 E te alegrarás por todo o bem que o Senhor teu Deus te tem dado a ti e à tua
casa, tu e o levita, e o estrangeiro que está no meio de ti.

12 Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro,
que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à
viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem;

13 E dirás perante o Senhor teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas
e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a
todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus
mandamentos, nem deles me esqueci;

14 Delas não comi no meu luto, nem delas nada tirei quando imundo, nem delas dei
para os mortos; obedeci à voz do Senhor meu Deus; conforme a tudo o que me
ordenaste, tenho feito.

15 Olha desde a tua santa habitação, desde o céu, e abençoa o teu povo, a
Israel, e a terra que nos deste, como juraste a nossos pais, terra que mana
leite e mel.

16 Neste dia, o Senhor teu Deus te manda cumprir estes estatutos e juízos;
guarda-os pois, e cumpre-os com todo o teu coração e com toda a tua alma.

17 Hoje declaraste ao Senhor que ele te será por Deus, e que andarás nos seus
caminhos, e guardarás os seus estatutos, e os seus mandamentos, e os seus
juízos, e darás ouvidos à sua voz.

18 E o Senhor hoje te declarou que tu lhe serás por seu próprio povo, como te
tem dito, e que guardarás todos os seus mandamentos.

19 Para assim te exaltar sobre todas as nações que criou, para louvor, e para
fama, e para glória, e para que sejas um povo santo ao Senhor teu Deus, como tem
falado.

Mensagem crista Deuteronomio 26

Deuteronômio 26:1-19

Neste trecho da Bíblia, Deus nos ensina a reconhecer e expressar gratidão. A partir do versículo 1, somos instruídos a tomar das primícias dos frutos da terra que Deus nos deu e oferecer ao sacerdote. Depois, devemos testemunhar perante o Senhor e contar sobre a história de nossos antepassados, que foram libertados do Egito com uma mão forte e braço estendido.

Em seguida, devemos nos alegrar por todas as bênçãos que o Senhor nos deu. E, finalmente, devemos separar os dízimos da nossa colheita e dar aos pobres, aos estrangeiros, aos órfãos e às viúvas.

Ao cumprirmos esses mandamentos, estamos agradando a Deus e nos tornando um povo santo. Esta é uma maneira maravilhosa de demonstrar gratidão a Deus e aos outros. Ao expressarmos nossa gratidão, somos abençoados com mais bênçãos e nos tornamos mais próximos de Deus.

Ao ler este trecho da Bíblia, é importante lembrar que Deus nos ama e nos abençoa. Por isso, devemos expressar nossa gratidão e mostrar o quanto somos gratos por tudo o que Ele nos dá. Ao fazer isso, não só agradamos a Deus, mas também nos tornamos melhores pessoas.

Ao cumprirmos os mandamentos de Deus, honramos a Ele e demonstramos nosso amor e lealdade. Deus nos abençoa quando somos gratos e quando compartilhamos nossas bênçãos com os outros. Ao oferecermos as primícias de nossos frutos e dízimos, estamos demonstrando que reconhecemos todas as bênçãos que Deus nos tem dado.

Portanto, ao ler este trecho da Bíblia, devemos refletir sobre como podemos expressar nossa gratidão a Deus. Devemos nos esforçar para cumprir os mandamentos de Deus e compartilhar nossas bênçãos com os outros. Ao fazer isso, honramos a Deus e nos tornamos melhores pessoas.

O que é Deuteronômio 26?

Deuteronômio 26 é a vigésima sexta parte do livro Deuteronômio, a quinta e última parte do Pentateuco da Bíblia. O capítulo fala sobre a herança que Deus prometeu ao povo de Israel na terra que Ele havia lhes prometido, bem como as obrigações que eles tinham para com Ele.

O que o capítulo nos ensina?

Deuteronômio 26 nos ensina que Deus é fiel às suas promessas. Ele cumpriu a promessa de dar uma herança à Sua escolhida nação, e Ele espera que eles honrem e obedeçam às Suas leis, para que possam ser abençoados. O capítulo também nos ensina que é importante reconhecer e agradecer a Deus por Sua bondade e provisão.

Quais são as principais obrigações do povo de Israel?

O povo de Israel tinha a obrigação de oferecer as primícias dos frutos da terra ao Senhor, e de dar dízimos ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva. Eles também tinham que obedecer às leis de Deus, e testificar de Sua bondade e fidelidade.

FAQ – Deuteronômio 26

O que é Deuteronômio 26?

Deuteronômio 26 é a vigésima sexta parte do livro Deuteronômio, a quinta e última parte do Pentateuco da Bíblia.

O que o capítulo nos ensina?

Deuteronômio 26 nos ensina que Deus é fiel às suas promessas, que é importante reconhecer e agradecer a Deus por Sua bondade e provisão, e que é importante obedecer e honrar as leis de Deus.

Quais são as principais obrigações do povo de Israel?

O povo de Israel tinha a obrigação de oferecer as primícias dos frutos da terra ao Senhor, e de dar dízimos ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva. Eles também tinham que obedecer às leis de Deus, e testificar de Sua bondade e fidelidade.

Leave A Reply

Your email address will not be published.