Confiar em Deus no meio do Êxodo 5: Liberte sua Fé!

0

Introdução:

No capítulo 5 de Êxodo, vemos a história de Moisés e Arão, quando Deus os envia para libertar o povo de Israel do Egito. Como profetas, eles são enviados para pedir a Faraó que deixe o povo de Israel ir embora. Mas Faraó se recusa e, em vez disso, aumenta a responsabilidade do trabalho do povo. Embora Moisés e Arão sejam confrontados com o desafio de libertar o povo, eles ainda mantêm a fé em Deus e rezam a Ele para que o ajude. Esta passagem nos ensina que, mesmo quando enfrentamos as maiores dificuldades, devemos manter a fé e confiar que Deus nos ajudará.

Salmo Exodo 5

Conteúdo

Tabela sobre Êxodo 5

Personagem Lição
Moisés O poder da oração e da fé em Deus para obter a liberdade.
Arão A importância de ter líderes que defendam a liberdade dos seus.
Faraó A necessidade de reconhecer a soberania de Deus e a importância da justiça.
Exatores do Povo A necessidade de trabalhar com responsabilidade e honestidade.

Êxodo 5

1 E depois foram Moisés e Arão e disseram a Faraó: Assim diz o SENHOR Deus de
Israel: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto.

2 Mas Faraó disse: Quem é o Senhor, cuja voz eu ouvirei, para deixar ir Israel?
Não conheço o Senhor, nem tampouco deixarei ir Israel.

3 E eles disseram: O Deus dos hebreus nos encontrou; portanto deixa-nos agora ir
caminho de três dias ao deserto, para que ofereçamos sacrifícios ao SENHOR nosso
Deus, e ele não venha sobre nós com pestilência ou com espada.

4 Então disse-lhes o rei do Egito: Moisés e Arão, por que fazeis cessar o povo
das suas obras? Ide às vossas cargas.

5 E disse também Faraó: Eis que o povo da terra já é muito, e vós os fazeis
abandonar as suas cargas.

6 Portanto deu ordem Faraó, naquele mesmo dia, aos exatores do povo, e aos seus
oficiais, dizendo:

7 Daqui em diante não torneis a dar palha ao povo, para fazer tijolos, como
fizestes antes: vão eles mesmos, e colham palha para si.

8 E lhes imporeis a conta dos tijolos que fizeram antes; nada diminuireis dela,
porque eles estão ociosos; por isso clamam, dizendo: Vamos, sacrifiquemos ao
nosso Deus.

9 Agrave-se o serviço sobre estes homens, para que se ocupem nele e não confiem
em palavras mentirosas.

10 Então saíram os exatores do povo, e seus oficiais, e falaram ao povo,
dizendo: Assim diz Faraó: Eu não vos darei palha;

11 Ide vós mesmos, e tomai vós palha onde a achardes; porque nada se diminuirá
de vosso serviço.

12 Então o povo se espalhou por toda a terra do Egito, a colher restolho em
lugar de palha.

13 E os exatores os apertavam, dizendo: Acabai vossa obra, a tarefa de cada dia,
como quando havia palha.

14 E foram açoitados os oficiais dos filhos de Israel, que os exatores de Faraó
tinham posto sobre eles, dizendo estes: Por que não acabastes vossa tarefa,
fazendo tijolos como antes, assim também ontem e hoje?

15 Por isso, os oficiais dos filhos de Israel, foram e clamaram a Faraó,
dizendo: Por que fazes assim a teus servos?

16 Palha não se dá a teus servos, e nos dizem: Fazei tijolos; e eis que teus
servos são açoitados; porém o teu povo tem a culpa.

17 Mas ele disse: Vós sois ociosos; vós sois ociosos; por isso dizeis: Vamos,
sacrifiquemos ao Senhor.

18 Ide, pois, agora, trabalhai; palha porém não se vos dará; contudo, dareis a
conta dos tijolos.

19 Então os oficiais dos filhos de Israel viram-se em aflição, porquanto se
dizia: Nada diminuireis de vossos tijolos, da tarefa do dia no seu dia.

20 E encontraram a Moisés e a Arão, que estavam defronte deles, quando saíram de
Faraó.

21 E disseram-lhes: O Senhor atente sobre vós, e julgue isso, porquanto fizestes
o nosso caso repelente diante de Faraó, e diante de seus servos, dando-lhes a
espada nas mãos, para nos matar.

22 Então, tornando-se Moisés ao Senhor, disse: Senhor! por que fizeste mal a
este povo? por que me enviaste?

23 Porque desde que me apresentei a Faraó para falar em teu nome, ele maltratou
a este povo; e de nenhuma sorte livraste o teu povo.

Mensagem crista Exodo 5

Introdução

Nesta passagem bíblica, vemos que Deus chama Moisés e Arão para que eles falem com Faraó, o rei do Egito, e lhe peçam que deixe ir o povo de Israel para que possam celebrar uma festa no deserto. Porém, Faraó não os reconhece como representantes de Deus, e se recusa a deixar o povo ir. No entanto, Deus não desiste de seu propósito e, após algumas tentativas, Faraó aceita que o povo vá, mas impõe condições para que isso aconteça.

O chamado de Deus

Ao longo da passagem, vemos que Deus chama Moisés e Arão para que eles falem em seu nome a Faraó. Deus escolhe esses dois homens para que sejam os seus representantes perante o rei, e é a partir deles que a vontade de Deus é revelada. Não é fácil para Moisés e Arão aceitarem esse chamado, pois eles não têm certeza de como serão recebidos. No entanto, eles aceitam a missão e se apresentam a Faraó, confiando que Deus os ajudará.

O recurso ao poder de Deus

Mesmo diante da recusa de Faraó, Moisés e Arão não desistem e continuam a recorrer ao poder de Deus. Eles pedem a Faraó que deixe o povo ir, alegando que Deus os encontrou e que precisam celebrar uma festa para o Senhor. No entanto, Faraó não aceita, pois não reconhece a Deus. Então, Moisés e Arão recorrem ao milagre, apelando aos poderes de Deus para que Faraó aceite sua vontade.

A obediência a Deus

Após algumas tentativas, Faraó aceita que o povo vá, mas impõe condições para que isso aconteça. Ele exige que o povo continue trabalhando, mesmo sem a palha que lhes era dada anteriormente. No entanto, os oficiais dos filhos de Israel se rebelam contra essa ordem e vão reclamar a Faraó. Nesse momento, vemos a importância da obediência a Deus, pois se o povo tivesse obedecido, Faraó não teria nenhuma desculpa para não deixar o povo ir.

Conclusão

Esta passagem nos ensina a importância de confiar e obedecer a Deus, mesmo diante de circunstâncias difíceis. Deus chama Moisés e Arão para que eles falem em seu nome a Faraó, e eles aceitam o chamado, confiando que Deus os ajudará. Mesmo diante da recusa de Faraó, eles recorrem ao milagre e ao poder de Deus para que o rei aceite sua vontade. Por fim, vemos a importância da obediência a Deus, pois se o povo tivesse obedecido, Faraó não teria nenhuma desculpa para não deixar o povo ir.

Êxodo 5: Uma análise sobre a resposta de Faraó a Moisés e Arão

O Êxodo 5 descreve o momento em que Moisés e Arão pedem a Faraó que deixe o povo de Israel partir para o deserto para oferecer sacrifícios ao Senhor. Faraó se recusa e aumenta a carga de trabalho imposta ao povo de Israel. Moisés e Arão clamam ao Senhor por causa do mal que ele fez ao seu povo.

Neste episódio, vemos Faraó se recusando a deixar o povo de Israel partir. Ele não conhece o Senhor e não acredita que a voz de Deus é verdadeira. Em vez disso, ele aumenta a carga de trabalho imposta ao povo de Israel, alegando que eles estão ociosos.

Moisés e Arão protestam contra este aumento de carga de trabalho, mas Faraó não ouve. Ele não aceita o argumento deles de que Deus os encontrou e exige que eles continuem trabalhando.

Como resultado, os oficiais dos filhos de Israel se defrontam com a opressão dos exatores de Faraó e são açoitados. Eles clamam ao Senhor por causa do mal que Faraó fez ao seu povo e Moisés se volta para Ele, questionando por que esse mal foi feito ao seu povo.

FAQ sobre Êxodo 5

Pergunta 1: Por que Faraó não deixou o povo de Israel partir?

Faraó não conhecia o Senhor e não acreditava que a voz de Deus era verdadeira. Em vez disso, ele aumentou a carga de trabalho imposta ao povo de Israel, alegando que eles estavam ociosos.

Pergunta 2: O que aconteceu com os oficiais dos filhos de Israel?

Os oficiais dos filhos de Israel foram açoitados pelos exatores de Faraó e clamaram ao Senhor por causa do mal que Faraó fez ao seu povo.

Pergunta 3: O que Moisés perguntou ao Senhor?

Moisés perguntou ao Senhor: “Por que fizeste mal a este povo? Por que me enviaste?”

Leave A Reply

Your email address will not be published.