Uma Invocação Sagrada: Descubra Ezequiel 42!

0

Começando com a passagem bíblica de Ezequiel 42, nós nos deparamos com um relato detalhado sobre as medidas, entradas e saídas das câmaras santas que ficavam no templo. Esta passagem nos ensina sobre a importância de separar o santo do profano, e nos ensina que os sacerdotes santos deveriam usar vestiduras especiais quando estivessem servindo no templo. É importante lembrar que a separação entre o santo e o profano não deve ser entendida de forma exclusiva, mas sim como uma forma de nos lembrar que devemos cultivar a santidade em nossas vidas. Esta passagem também nos lembra que o nosso relacionamento com Deus é algo que devemos honrar e cultivar. Devemos nos esforçar para viver de acordo com os mandamentos de Deus e para servir a Ele com todo o nosso coração.

Salmo Ezequiel 42

Conteúdo

Tabela sobre Ezequiel 42

Personagens principais Lições
Deus Deus é o nosso criador e é o nosso guia. Ele é o nosso protetor e é o nosso refúgio. Ele nos ama e nos dá o melhor caminho para seguir.
Sacerdotes Os sacerdotes são responsáveis por servir a Deus e ao seu povo. Eles devem servir com devoção e compromisso a Deus e ao seu povo.
Lugar Sagrado O lugar sagrado é onde Deus e seu povo se encontram. É um local de oração, adoração e comunhão com Deus. É importante respeitar e honrar esse lugar.

Ezequiel 42

1 Depois disto fez-me sair para fora, ao átrio exterior, para o lado do caminho
do norte; e me levou às câmaras que estavam defronte do lugar separado, e que
estavam defronte do edifício, do lado norte.

2 Do comprimento de cem côvados, era a entrada do norte; e a largura era de
cinqüenta côvados.

3 Em frente dos vinte côvados, que tinha o átrio interior, e em frente do
pavimento que tinha o átrio exterior, havia galeria contra galeria em três
andares.

4 E diante das câmaras havia um passeio de dez côvados de largo, do lado de
dentro, e um caminho de um côvado, e as suas entradas eram para o lado do norte.

5 E as câmaras superiores eram mais estreitas; porque as galerias tomavam aqui
mais espaço do que as de baixo e as do meio do edifício.

6 Porque elas eram de três andares, e não tinham colunas como as colunas dos
átrios; por isso desde o chão se iam estreitando, mais do que as de baixo e as
do meio.

7 E o muro que estava de fora, defronte das câmaras, no caminho do átrio
exterior, diante das câmaras, tinha cinqüenta côvados de comprimento.

8 Pois o comprimento das câmaras, que estavam no átrio exterior, era de
cinqüenta côvados; e eis que defronte do templo havia cem côvados.

9 Por baixo destas câmaras estava a entrada do lado do oriente, quando se entra
nelas pelo átrio exterior.

10 Na largura do muro do átrio para o lado do oriente, diante do lugar separado,
e diante do edifício, havia também câmaras.

11 E o caminho que havia diante delas era da aparência das câmaras, que davam
para o norte; conforme o seu comprimento, assim era a sua largura; e todas as
suas saídas eram também conforme os seus padrões, e conforme as suas entradas.

12 E conforme as portas das câmaras, que olhavam para o caminho do sul, havia
também uma entrada no topo do caminho, isto é, do caminho em frente do muro
direito, para o caminho do oriente, quando se entra por elas.

13 Então me disse: As câmaras do norte, e as câmaras do sul, que estão diante do
lugar separado, elas são câmaras santas, em que os sacerdotes, que se chegam ao
Senhor, comerão as coisas mais santas; ali porão as coisas mais santas, e a
oferta de manjar, a oferta pelo pecado, e a oferta pela culpa; porque o lugar é
santo.

14 Quando os sacerdotes entrarem, não sairão do santuário para o átrio exterior,
mas porão ali as suas vestiduras com que ministraram, porque elas são santas; e
vestir-se-ão de outras vestiduras, e assim se aproximarão do lugar pertencente
ao povo.

15 E, acabando ele de medir a casa interior, ele me fez sair pelo caminho da
porta, cuja face olha para o caminho do oriente; e a mediu em redor.

16 Mediu o lado oriental com a cana de medir, quinhentas canas, com a cana de
medir, ao redor.

17 Mediu o lado do norte, com a cana de medir, quinhentas canas ao redor.

18 Mediu também o lado do sul, com a cana de medir, quinhentas canas.

19 Deu uma volta para o lado do ocidente, e mediu, com a cana de medir,
quinhentas canas.

20 Mediu pelos quatro lados; e havia um muro em redor, de quinhentas canas de
comprimento, e quinhentas de largura, para fazer separação entre o santo e o
profano.

Mensagem crista Ezequiel 42

Ezequiel 42:1-20 – A Casa do Senhor

O profeta Ezequiel teve a visão de uma casa grandiosa, que segundo a descrição de Deus, era a Casa do Senhor. Esta Casa, diferente da Casa de Deus que foi destruída por Babilônia, era um templo espiritual que Deus queria que seu povo construísse em seus corações. Este templo foi descrito como sendo de cem côvados de comprimento, cinquenta de largura e vinte de altura, com três andares de câmaras e galerias, uma entrada do lado norte e um passeio de dez côvados ao redor. Além disso, havia um muro de quinhentas canas de comprimento e quinhentas de largura, para separar o santo e o profano.

Este templo, segundo Deus, é o lugar em que seu povo deve habitar. Não se trata de um templo físico, mas de um templo espiritual, que é o coração de cada pessoa. Nele, devemos colocar os nossos melhores pensamentos, sentimentos e ações para que possamos adorar a Deus com toda a nossa alma. É dentro deste templo que devemos buscar o conhecimento de Deus, a sua vontade e a sua direção.

Este templo deve estar sempre aberto para a adoração a Deus, para que possamos nos aproximar dele e nos tornar cada vez mais próximos. Ele é um lugar de paz e de amor, onde devemos nos sentir seguros e protegidos. Ele é também um lugar de reconciliação, onde devemos perdoar e aceitar o perdão de Deus.

Assim, devemos construir este templo em nossos corações, nos dedicando a adorar e servir a Deus com toda a nossa alma. É como nos ensina o Senhor: “Assim me diz o Senhor: Regozijai-vos, e alegrai-vos, e dai glória à minha santa habitação; e o meu santuário será glorificado” (Isaías 60:13).

O que é o livro de Ezequiel?

O livro de Ezequiel é um livro da Bíblia que conta a história de um profeta chamado Ezequiel, que Deus enviou para pregar ao povo de Israel durante o exílio. Ele foi enviado para ajudar a restaurar a fé e a esperança do povo na fidelidade de Deus.

O que acontece no capítulo 42 de Ezequiel?

O capítulo 42 de Ezequiel conta a história de Ezequiel medindo o templo de Deus. Ele mede o comprimento e largura das portas, passeios, câmaras e muros para que possam ser reconstruídos. O capítulo também explica como os sacerdotes usarão as câmaras no templo.

O que significa Ezequiel 42?

Ezequiel 42 significa que Deus está restaurando a fé e a esperança de Seu povo. Deus está guiando Seu povo para que possam reconstruir o templo e restaurar a lei divina. Este capítulo também ensina que Deus é fiel à Sua Palavra e que Ele nos usará para cumprir Sua vontade.

FAQ sobre Ezequiel 42

O que é o livro de Ezequiel?

O livro de Ezequiel é um livro da Bíblia que conta a história de um profeta chamado Ezequiel, que Deus enviou para pregar ao povo de Israel durante o exílio.

O que acontece no capítulo 42 de Ezequiel?

No capítulo 42 de Ezequiel, Ezequiel mede o templo de Deus para que possa ser reconstruído. O capítulo também explica como os sacerdotes usarão as câmaras no templo.

O que significa Ezequiel 42?

Ezequiel 42 significa que Deus está restaurando a fé e a esperança de Seu povo. Deus está guiando Seu povo para que possam reconstruir o templo e restaurar a lei divina. Este capítulo também ensina que Deus é fiel à Sua Palavra e que Ele nos usará para cumprir Sua vontade.

Leave A Reply

Your email address will not be published.