Ezequiel 43: A Glória de Deus e o Chamado à Santidade!

0

Chegou o momento de refletirmos sobre a passagem bíblica de Ezequiel 43. Nesta passagem, vemos a glória do Deus de Israel vindo do caminho do oriente, e a terra resplandecendo por causa da sua glória. Aqui, também, encontramos o Senhor dando instruções sobre o altar, as medidas e os estatutos que devem ser cumpridos para ofertar holocaustos e ofertas pacíficas. Esta passagem nos ensina sobre a importância de nos aproximarmos do Senhor e nos consagrarmos a ele. É necessário nos consagrarmos ao Senhor para que possamos viver em santidade e nos aproximarmos do seu amor e da sua glória. Então, ao lermos Ezequiel 43, devemos nos lembrar que o Senhor nos chama para nos aproximarmos dele e nos consagrarmos a ele.

Salmo Ezequiel 43

Conteúdo

Tabela sobre Ezequiel 43

Personagens Principais Lições
Deus de Israel A glória de Deus é inigualável e ninguém pode se comparar a Ele.
Filho do homem Devemos servir a Deus com fidelidade e obedecer a Sua Palavra.
Casa de Israel Devemos nos arrepender dos nossos pecados e seguir os princípios de Deus.
Sacerdotes Levitas Devemos oferecer sacrifícios a Deus e consagrar-nos a Ele.

Ezequiel 43

1 Então me levou à porta, à porta que olha para o caminho do oriente.

2 E eis que a glória do Deus de Israel vinha do caminho do oriente; e a sua voz
era como a voz de muitas águas, e a terra resplandeceu por causa da sua glória.

3 E o aspecto da visão que tive era como o da visão que eu tivera quando vim
destruir a cidade; e eram as visões como as que tive junto ao rio Quebar; e caí
sobre o meu rosto.

4 E a glória do Senhor entrou na casa pelo caminho da porta, cuja face está para
o lado do oriente.

5 E levantou-me o Espírito, e me levou ao átrio interior; e eis que a glória do
SENHOR encheu a casa.

6 E ouvi alguém que falava comigo de dentro da casa, e um homem se pôs em pé
junto de mim.

7 E disse-me: Filho do homem, este é o lugar do meu trono, e o lugar das plantas
dos meus pés, onde habitarei no meio dos filhos de Israel para sempre; e os da
casa de Israel não contaminarão mais o meu nome santo, nem eles nem os seus
reis, com suas prostituições e com os cadáveres dos seus reis, nos seus altos,

8 Pondo o seu limiar ao pé do meu limiar, e o seu umbral junto ao meu umbral, e
havendo uma parede entre mim e eles; e contaminaram o meu santo nome com as suas
abominações que cometiam; por isso eu os consumi na minha ira.

9 Agora lancem eles para longe de mim a sua prostituição, e os cadáveres dos
seus reis, e habitarei no meio deles para sempre.

10 Tu, pois, ó filho do homem, mostra à casa de Israel esta casa, para que se
envergonhe das suas maldades, e meça o modelo.

11 E, envergonhando-se eles de tudo quanto fizeram, faze-lhes saber a forma
desta casa, e a sua figura, e as suas saídas, e as suas entradas, e todas as
suas formas, e todos os seus estatutos, todas as suas formas, e todas as suas
leis; e escreve isto aos seus olhos, para que guardem toda a sua forma, e todos
os seus estatutos, e os cumpram.

12 Esta é a lei da casa: Sobre o cume do monte todo o seu contorno em redor será
santíssimo; eis que esta é a lei da casa.

13 E estas são as medidas do altar, em côvados (o côvado é um côvado e um
palmo): e o fundo será de um côvado de altura, e um côvado de largura, e a sua
borda em todo o seu contorno, de um palmo; e esta é a base do altar.

14 E do fundo, desde a terra até a armação inferior, dois côvados, e de largura
um côvado, e desde a pequena armação até a grande, quatro côvados, e a largura
de um côvado.

15 E o altar, de quatro côvados; e desde o altar e para cima havia quatro
pontas.

16 E o altar terá doze côvados de comprimento, e doze de largura, quadrado nos
quatro lados.

17 E a armação, catorze côvados de comprimento, e catorze de largura, nos seus
quatro lados; e o contorno, ao redor dela, de meio côvado, e o fundo dela de um
côvado, ao redor; e os seus degraus davam para o oriente.

18 E disse-me: Filho do homem, assim diz o Senhor DEUS: Estes são os estatutos
do altar, no dia em que o fizerem, para oferecerem sobre ele holocausto e para
aspergirem sobre ele sangue.

19 E aos sacerdotes levitas, que são da descendência de Zadoque, que se chegam a
mim (diz o Senhor DEUS) para me servirem, darás um bezerro, para oferta pelo
pecado.

20 E tomarás do seu sangue, e o porás sobre as suas quatro pontas, e sobre os
quatro cantos da armação, e no contorno ao redor; assim o purificarás e o
expiarás.

21 Então tomarás o bezerro da oferta pelo pecado, e o queimará no lugar da casa
para isso designado, fora do santuário.

22 E no segundo dia oferecerás um bode, sem mancha, como oferta pelo pecado; e
purificarão o altar, como o purificaram com o bezerro.

23 E, acabando tu de purificá-lo, oferecerás um bezerro, sem mancha, e um
carneiro do rebanho, sem mancha.

24 E oferecê-los-ás perante a face do Senhor; e os sacerdotes deitarão sal sobre
eles, e oferecê-los-ão em holocausto ao Senhor.

25 Por sete dias prepararás, cada dia um bode como oferta pelo pecado; também
prepararão um bezerro, e um carneiro do rebanho, sem mancha.

26 Por sete dias expiarão o altar, e o purificarão; e assim consagrar-se-ão.

27 E, cumprindo eles estes dias, será que, ao oitavo dia, e dali em diante, os
sacerdotes oferecerão sobre o altar os vossos holocaustos e as vossas ofertas
pacíficas; e eu me deleitarei em vós, diz o Senhor DEUS.

Mensagem crista Ezequiel 43

Ezequiel 43:1-27

Visão da Casa do Senhor

Ezequiel foi levado à porta da Casa do Senhor, que olha para o caminho do oriente. Aí, ele presenciou a glória e a voz do Deus de Israel, que era como a de muitas águas. Ezequiel caiu sobre o seu rosto e a glória entrou na Casa. O Espírito o levantou e o levou ao átrio interior, onde a glória do Senhor encheu a Casa. Dentro da Casa, alguém falava com Ezequiel e um homem se pôs em pé junto a ele. O Senhor lhe disse que aquela era o lugar do seu trono e o lugar das plantas dos seus pés, onde habitaria no meio dos filhos de Israel para sempre. Ele exigiu que os da casa de Israel não contaminassem mais o seu nome santo e que se afastassem da prostituição e dos cadáveres dos reis, que haviam contaminado o seu santo nome.

A Lei da Casa

O Senhor lhe ordenou que mostrasse à casa de Israel a Casa e seu modelo, para que se envergonhassem das suas maldades. E que lhe fizesse saber a forma da Casa, a sua figura, as suas saídas, as suas entradas, todas as suas formas, estatutos e leis. A Lei da Casa era que sobre o cume do monte todo o seu contorno em redor seria santíssimo. O Senhor detalhou as medidas do altar e a armação, e ordenou que os sacerdotes levitas oferecessem um bezerro em oferta pelo pecado. Deu instruções sobre o uso do sangue e como o altar deveria ser purificado e expiado. Disse que os sacrifícios deveriam ser oferecidos por sete dias para que o altar fosse consagrado e, a partir do oitavo dia, os sacerdotes ofereceriam holocaustos e ofertas pacíficas.

O Senhor é santo e exige que todos os lugares destinados ao seu culto sejam santos. A Lei da Casa nos ensina que devemos nos esforçar para nos consagrar completamente ao Senhor, pois somente assim seremos aceitos por ele.

O que é Ezequiel 43?

Ezequiel 43 é um capítulo da Bíblia que descreve uma visão que o profeta Ezequiel teve. Na visão, Ezequiel vê a glória de Deus e é guiado ao átrio interior da casa onde Deus vai habitar. Deus lhe dá instruções detalhadas sobre como deve construir um altar para oferecer holocaustos e ofertas pacíficas.

O que significa a visão de Ezequiel 43?

A visão de Ezequiel 43 é um símbolo da presença de Deus no meio de seu povo. Ele está presente com seu reino e deseja habitar entre eles. O altar e as ofertas de holocausto e ofertas pacíficas são símbolos da necessidade de um povo de se aproximar e se reconciliar com Deus através do sacrifício.

Qual a importância de Ezequiel 43?

Ezequiel 43 é importante porque mostra que Deus está presente com seu povo e deseja habitar entre eles. Ele chama seu povo para que se aproxime e se reconcilie com ele, e isso é feito através do sacrifício. A visão de Ezequiel 43 também nos ensina sobre a importância da obediência aos mandamentos de Deus e nos ensina a seguir Deus com todo o nosso coração.

FAQ sobre Ezequiel 43

Q: O que é Ezequiel 43?
A: Ezequiel 43 é um capítulo da Bíblia que descreve uma visão que o profeta Ezequiel teve. Na visão, Ezequiel vê a glória de Deus e é guiado ao átrio interior da casa onde Deus vai habitar.

Q: O que significa a visão de Ezequiel 43?
A: A visão de Ezequiel 43 é um símbolo da presença de Deus no meio de seu povo. Ele está presente com seu reino e deseja habitar entre eles. O altar e as ofertas de holocausto e ofertas pacíficas são símbolos da necessidade de um povo se aproximar e se reconciliar com Deus através do sacrifício.

Q: Qual a importância de Ezequiel 43?
A: Ezequiel 43 é importante porque mostra que Deus está presente com seu povo e deseja habitar entre eles. Ele chama seu povo para que se aproxime e se reconcilie com ele, e isso é feito através do sacrifício. A visão de Ezequiel 43 também nos ensina sobre a importância da obediência aos mandamentos de Deus e nos ensina a seguir Deus com todo o nosso coração.

Leave A Reply

Your email address will not be published.