Desolação e Esperança: Restauro em Isaías 22

0

Apassagem bíblica de Isaías 22 descreve um momento de profunda tristeza no povo de Deus, quando eles estão sendo julgados por sua desobediência. Nesta passagem, o Senhor Deus dos Exércitos revela o Seu julgamento para o povo de Israel, o qual inclui o exílio dos seus governantes e o derrubamento dos seus muros. É um momento de desolação e tristeza, mas também de esperança, pois o Senhor Deus dos Exércitos promete restaurar o Seu povo, trazendo-lhes um novo governante, Eliaquim, que será como um trono de honra para a casa de seu pai. Esta passagem ensina-nos que, apesar das circunstâncias difíceis que possamos enfrentar, Deus é fiel e não nos desampara. Ele é o nosso consolador e restaurador e está sempre pronto para nos dar esperança.

Salmo Isaias 22

Conteúdo

Tabela sobre Isaías 22

Personagem Lição
Elão A importância de estar preparado para o perigo.
Quir A necessidade de defender a si mesmo e aos outros.
Sebna A importância de usar seus talentos para servir a Deus.
Eliaquim O valor de ser fiel a Deus e ao seu propósito.

Isaías 22

1 Peso do vale da visão. Que tens agora, pois que com todos os teus subiste aos
telhados?

2 Tu, cheia de clamores, cidade turbulenta, cidade alegre, os teus mortos não
foram mortos à espada, nem morreram na guerra.

3 Todos os teus governadores juntamente fugiram, foram atados pelos arqueiros;
todos os que em ti se acharam, foram amarrados juntamente, e fugiram para longe.

4 Portanto digo: Desviai de mim a vista, e chorarei amargamente; não vos canseis
mais em consolar-me pela destruição da filha do meu povo.

5 Porque dia de alvoroço, e de atropelamento, e de confusão é este da parte do
Senhor DEUS dos Exércitos, no vale da visão; dia de derrubar o muro e de clamar
até aos montes.

6 Porque Elão tomou a aljava, juntamente com carros de homens e cavaleiros; e
Quir descobriu os escudos.

7 E os teus mais formosos vales se encherão de carros, e os cavaleiros se
colocarão em ordem às portas.

8 E ele tirou a coberta de Judá, e naquele dia olhaste para as armas da casa do
bosque.

9 E vistes as brechas da cidade de Davi, porquanto já eram muitas, e ajuntastes
as águas do tanque de baixo.

10 Também contastes as casas de Jerusalém, e derrubastes as casas, para
fortalecer os muros.

11 Fizestes também um reservatório entre os dois muros para as águas do tanque
velho, porém não olhastes acima, para aquele que isto tinha feito, nem
considerastes o que o formou desde a antiguidade.

12 E o Senhor DEUS dos Exércitos, chamou naquele dia para chorar e para
prantear, e para raspar a cabeça, e cingir com o cilício.

13 Porém eis aqui gozo e alegria, matam-se bois e degolam-se ovelhas, come-se
carne, e bebe-se vinho, e diz-se: Comamos e bebamos, porque amanhã morreremos.

14 Mas o SENHOR dos Exércitos revelou-se aos meus ouvidos, dizendo: Certamente
esta maldade não vos será expiada até que morrais, diz o Senhor DEUS dos
Exércitos.

15 Assim diz o Senhor DEUS dos Exércitos: Anda e vai ter com este tesoureiro,
com Sebna, o mordomo, e dize-lhe:

16 Que é que tens aqui, ou a quem tens tu aqui, para que cavasses aqui uma
sepultura? Cavando em lugar alto a sua sepultura, e cinzelando na rocha uma
morada para ti mesmo?

17 Eis que o Senhor te arrojará violentamente como um homem forte, e de todo te
envolverá.

18 Certamente com violência te fará rolar, como se faz rolar uma bola num país
espaçoso; ali morrerás, e ali acabarão os carros da tua glória, ó opróbrio da
casa do teu senhor.

19 E demitir-te-ei do teu posto, e te arrancarei do teu assento.

20 E será naquele dia que chamarei a meu servo Eliaquim, filho de Hilquias;

21 E vesti-lo-ei da tua túnica, e cingi-lo-ei com o teu cinto, e entregarei nas
suas mãos o teu domínio, e será como pai para os moradores de Jerusalém, e para
a casa de Judá.

22 E porei a chave da casa de Davi sobre o seu ombro, e abrirá, e ninguém
fechará; e fechará, e ninguém abrirá.

23 E fixá-lo-ei como a um prego num lugar firme, e será como um trono de honra
para a casa de seu pai.

24 E nele pendurarão toda a honra da casa de seu pai, a prole e os descendentes,
como também todos os vasos menores, desde as taças até os frascos.

25 Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, o prego fincado em lugar firme será
tirado; e será cortado, e cairá, e a carga que nele estava se desprenderá,
porque o Senhor o disse.

Mensagem crista Isaias 22

Isaías 22: 1-25

A passagem bíblica de Isaías 22: 1-25 nos ensina sobre a importância de buscar o Senhor e aceitar Sua vontade em nossas vidas. O texto começa com o Senhor perguntando ao povo de Judá o que eles estão fazendo subindo aos telhados. Isso mostra que o Senhor está pedindo que eles deixem de lado seus planos e busquem a vontade Dele. Em seguida, o texto descreve como os governadores fugiram e foram capturados, e como a destruição da cidade foi inevitável. O Senhor então diz ao povo que desvie seus olhos de Si, pois a destruição de sua cidade é algo que não pode ser consolado. O Senhor então mostra Seu poder e Seu julgamento, destruindo a cidade de Judá e matando os que não O obedeceram. Ele também mostra Seu amor e misericórdia, ao escolher Eliaquim para ser o governante de Judá, e dar-lhe a chave da casa de Davi. Ao final, o Senhor diz que o prego fincado em lugar firme será tirado, e a carga que estava nele será desprendida, pois o Senhor disse.

A partir desta passagem bíblica, podemos aprender que devemos buscar o Senhor e aceitar Sua vontade em nossas vidas. O Senhor é onipotente e onisciente, e Ele sabe o que é melhor para nós. Quando buscamos a vontade Dele, Ele nos abençoa e nos ajuda a enfrentar os desafios que enfrentamos. Além disso, o Senhor é misericordioso e Seu amor é infinito. Ele nos dá oportunidades para nos arrependermos e nos dá a chance de nos tornarmos melhores. Por último, devemos lembrar que o Senhor é justo e que Ele julgará aqueles que não O obedecem.

Em conclusão, esta passagem bíblica nos ensina sobre a importância de buscar o Senhor e aceitar Sua vontade em nossas vidas. Devemos lembrar que o Senhor é onipotente, misericordioso e justo, e que devemos buscar a vontade Dele em tudo o que fazemos. Se buscarmos o Senhor e O obedecermos, Ele nos abençoará e nos ajudará em nossos momentos difíceis.

Isaías 22

1 Peso do vale da visão. Que tens agora, pois que com todos os teus subiste aos telhados?

2 Tu, cheia de clamores, cidade turbulenta, cidade alegre, os teus mortos não foram mortos à espada, nem morreram na guerra.

3 Todos os teus governadores juntamente fugiram, foram atados pelos arqueiros; todos os que em ti se acharam, foram amarrados juntamente, e fugiram para longe.

4 Portanto digo: Desviai de mim a vista, e chorarei amargamente; não vos canseis mais em consolar-me pela destruição da filha do meu povo.

5 Porque dia de alvoroço, e de atropelamento, e de confusão é este da parte do Senhor DEUS dos Exércitos, no vale da visão; dia de derrubar o muro e de clamar até aos montes.

6 Porque Elão tomou a aljava, juntamente com carros de homens e cavaleiros; e Quir descobriu os escudos.

7 E os teus mais formosos vales se encherão de carros, e os cavaleiros se colocarão em ordem às portas.

8 E ele tirou a coberta de Judá, e naquele dia olhaste para as armas da casa do bosque.

9 E vistes as brechas da cidade de Davi, porquanto já eram muitas, e ajuntastes as águas do tanque de baixo.

10 Também contastes as casas de Jerusalém, e derrubastes as casas, para fortalecer os muros.

11 Fizestes também um reservatório entre os dois muros para as águas do tanque velho, porém não olhastes acima, para aquele que isto tinha feito, nem considerastes o que o formou desde a antiguidade.

12 E o Senhor DEUS dos Exércitos, chamou naquele dia para chorar e para prantear, e para raspar a cabeça, e cingir com o cilício.

13 Porém eis aqui gozo e alegria, matam-se bois e degolam-se ovelhas, come-se carne, e bebe-se vinho, e diz-se: Comamos e bebamos, porque amanhã morreremos.

14 Mas o SENHOR dos Exércitos revelou-se aos meus ouvidos, dizendo: Certamente esta maldade não vos será expiada até que morrais, diz o Senhor DEUS dos Exércitos.

15 Assim diz o Senhor DEUS dos Exércitos: Anda e vai ter com este tesoureiro, com Sebna, o mordomo, e dize-lhe:

16 Que é que tens aqui, ou a quem tens tu aqui, para que cavasses aqui uma sepultura? Cavando em lugar alto a sua sepultura, e cinzelando na rocha uma morada para ti mesmo?

17 Eis que o Senhor te arrojará violentamente como um homem forte, e de todo te envolverá.

18 Certamente com violência te fará rolar, como se faz rolar uma bola num país espacoso; ali morrerás, e ali acabarão os carros da tua glória, ó opróbrio da casa do teu senhor.

19 E demitir-te-ei do teu posto, e te arrancarei do teu assento.

20 E será naquele dia que chamarei a meu servo Eliaquim, filho de Hilquias;

21 E vesti-lo-ei da tua túnica, e cingi-lo-ei com o teu cinto, e entregarei nas suas mãos o teu domínio, e será como pai para os moradores de Jerusalém, e para a casa de Judá.

22 E porei a chave da casa de Davi sobre o seu ombro, e abrirá, e ninguém fechará; e fechará, e ninguém abrirá.

23 E fixá-lo-ei como a um prego num lugar firme, e será como um trono de honra para a casa de seu pai.

24 E nele pendurarão toda a honra da casa de seu pai, a prole e os descendentes, como também todos os vasos menores, desde as taças até os frascos.

25 Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, o prego fincado em lugar firme será tirado; e será cortado, e cairá, e a carga que nele estava se desprenderá, porque o Senhor o disse.

FAQ Isaías 22

O que é Isaías 22?

Isaías 22 é um capítulo do Livro de Isaías, um dos livros das Escrituras Hebraicas. Ele conta a história de como o Senhor Deus dos Exércitos chamou à destruição a cidade de Jerusalém e seu povo, e também o plano de Deus para a restauração do seu povo e da sua cidade.

Qual a mensag

Leave A Reply

Your email address will not be published.