Descubra a Sabedoria de Deus – Isaías 24: O Julgamento Celestial

0

Introdução:

Isaías 24 é uma passagem da Bíblia que fala do julgamento de Deus sobre a Terra. No capítulo, Deus descreve a desolação que sobrevirá à Terra, assim como a punição para aqueles que transgrediram Suas leis. O Senhor descreve a destruição da Terra, mas também promete que, após o julgamento, Ele reinará gloriosamente em Jerusalém. Esta passagem nos lembra que Deus é o Senhor de toda a Terra e que Ele está em controle de todas as coisas. Como professores de teologia, devemos refletir sobre o significado desta passagem e compreender o que ela tem a nos ensinar sobre o amor e o poder de Deus.

Salmo Isaias 24

Conteúdo

Tabela sobre Isaías 24

Personagem Lição
Senhor Deus é soberano e toda glória lhe pertence.
Povo Devemos obedecer a Deus e não desobedecer às suas leis.
Sacerdote Devemos servir a Deus com fidelidade.
Servo Devemos ser fiéis ao nosso Senhor.
Serva Devemos honrar a Deus com nossa vida.
Comprador Devemos ser honestos em todas as nossas transações.
Vendedor Devemos praticar a justiça em todos os nossos negócios.
Emprestador Devemos ser generosos e compartilhar o que temos com os outros.
Tomador de empréstimo Devemos agradecer a Deus por sua bondade e generosidade.
Dador de juros Devemos ser justos e não explorar os outros.
Pagador de juros Devemos ser responsáveis com nosso dinheiro e não nos endividar.

Isaías 24

1 Eis que o SENHOR esvazia a terra, e a desola, e transtorna a sua superfície, e
dispersa os seus moradores.

2 E o que suceder ao povo, assim sucederá ao sacerdote; ao servo, como ao seu
senhor; à serva, como à sua senhora; ao comprador, como ao vendedor; ao que
empresta, como ao que toma emprestado; ao que dá usura, como ao que paga usura.

3 De todo se esvaziará a terra, e de todo será saqueada, porque o Senhor
pronunciou esta palavra.

4 A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enfraquecem os
mais altos do povo da terra.

5 Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores; porquanto
têm transgredido as leis, mudado os estatutos, e quebrado a aliança eterna.

6 Por isso a maldição tem consumido a terra; e os que habitam nela são
desolados; por isso são queimados os moradores da terra, e poucos homens restam.

7 Pranteia o mosto, enfraquece a vide; e suspiram todos os alegres de coração.

8 Cessa o folguedo dos tamboris, acaba o ruído dos que exultam, e cessa a
alegria da harpa.

9 Com canções não beberão vinho; a bebida forte será amarga para os que a
beberem.

10 Demolida está a cidade vazia, todas as casas fecharam, ninguém pode entrar.

11 Há lastimoso clamor nas ruas por falta do vinho; toda a alegria se escureceu,
desterrou-se o gozo da terra.

12 Na cidade só ficou a desolação, a porta ficou reduzida a ruínas.

13 Porque assim será no interior da terra, e no meio destes povos, como a
sacudidura da oliveira, e como os rabiscos, quando está acabada a vindima.

14 Estes alçarão a sua voz, e cantarão com alegria; e por causa da glória do
Senhor exultarão desde o mar.

15 Por isso glorificai ao Senhor no oriente, e nas ilhas do mar, ao nome do
Senhor Deus de Israel.

16 Dos confins da terra ouvimos cantar: Glória ao justo. Mas eu disse: Emagreço,
emagreço, ai de mim! Os pérfidos têm tratado perfidamente; sim, os pérfidos têm
tratado perfidamente.

17 O temor, e a cova, e o laço vêm sobre ti, ó morador da terra.

18 E será que aquele que fugir da voz de temor cairá na cova, e o que subir da
cova o laço o prenderá; porque as janelas do alto estão abertas, e os
fundamentos da terra tremem.

19 De todo está quebrantada a terra, de todo está rompida a terra, e de todo é
movida a terra.

20 De todo cambaleará a terra como o ébrio, e será movida e removida como a
choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca
mais se levantará.

21 E será que naquele dia o Senhor castigará os exércitos do alto nas alturas, e
os reis da terra sobre a terra.

22 E serão ajuntados como presos numa masmorra, e serão encerrados num cárcere;
e outra vez serão castigados depois de muitos dias.

23 E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o Senhor dos Exércitos
reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente.

Mensagem crista Isaias 24

Isaías 24:1-23

O livro de Isaías é uma importante fonte de ensinamentos para os cristãos. Os versículos 1 a 23 descrevem a destruição da terra e os efeitos que isso terá sobre seus habitantes. O Senhor é descrito como castigando os exércitos do alto nas alturas e reis da terra, a fim de restaurar a justiça. O versículo 24 descreve o Senhor reinando em glória no Monte Sião e em Jerusalém, com seus anciãos.

Versículo 1: O Senhor Esvazia a Terra

O Senhor é descrito como esvaziando a terra e desolando a sua superfície. Isso significa que as pessoas serão dispersas e não poderão permanecer em seus lares. Esta é uma lembrança de que nada nessa vida é permanente. Não importa o quanto nos esforçamos para fazer as coisas durarem, elas não são nossas para sempre.

Versículo 2: O que Suceder ao Povo

O versículo 2 descreve o que acontecerá com o povo quando o Senhor esvaziar a terra. Todos serão tratados da mesma forma, seja o sacerdote, servo, senhor, serva, comprador, vendedor, emprestador ou tomador de empréstimo. Esta passagem nos ensina que Deus trata todos de forma igualitária e não há favoritismo.

Versículo 3: De Todo Se Esvaziará a Terra

O versículo 3 diz que a terra será saqueada porque o Senhor pronunciou esta palavra. Isso significa que o Senhor está no controle de tudo o que acontece na terra. Ele é soberano e tem o poder de destruir o que Ele deseja. Este versículo nos lembra que não podemos resistir ao Senhor e que devemos nos submeter a Sua vontade.

Versículo 4: A Terra Pranteia e Se Murcha

O versículo 4 descreve como a terra está pranteando e se murchando. Esta passagem nos ensina que, quando pecamos, temos um efeito sobre toda a criação. Quando desobedecemos a Deus, nosso pecado não apenas afeta a nós mesmos, mas também nosso entorno.

Versículo 24: O Senhor Reinará Gloriosamente

O versículo 24 descreve o Senhor reinando em glória no Monte Sião e em Jerusalém, com seus anciãos. Esta passagem nos lembra que Deus é o supremo Rei e que Ele está no controle de tudo o que acontece. Ele é o único que pode restaurar a justiça. É por isso que devemos glorificar ao Senhor e confiar em Sua soberania.

O que é o capítulo 24 de Isaías?


O capítulo 24 de Isaías é um dos 66 capítulos que compõem o livro de Isaías, um dos livros mais antigos da Bíblia. O conteúdo do capítulo é a profecia de Isaías sobre o julgamento de Deus sobre a terra e o castigo que cairá sobre os pecadores.

O que o capítulo 24 de Isaías nos ensina?


O capítulo 24 de Isaías nos ensina que Deus julgará os pecadores e que eles serão punidos por suas transgressões. Também nos diz que Deus é glorificado e que Ele é o Senhor dos Exércitos que reina no monte Sião e em Jerusalém.

Qual é a mensagem do capítulo 24 de Isaías?


A mensagem do capítulo 24 de Isaías é que Deus punirá os pecadores e que todos precisam buscar a reconciliação com Ele para evitar o julgamento. Também nos mostra que Deus é glorificado e que Ele é o Senhor dos Exércitos que reina em Sião e Jerusalém.

FAQ sobre o capítulo 24 de Isaías

O que o capítulo 24 de Isaías nos ensina?

O capítulo 24 de Isaías nos ensina que Deus julgará os pecadores e que eles serão punidos por suas transgressões. Também nos diz que Deus é glorificado e que Ele é o Senhor dos Exércitos que reina no monte Sião e em Jerusalém.

Qual é a mensagem do capítulo 24 de Isaías?

A mensagem do capítulo 24 de Isaías é que Deus punirá os pecadores e que todos precisam buscar a reconciliação com Ele para evitar o julgamento. Também nos mostra que Deus é glorificado e que Ele é o Senhor dos Exércitos que reina em Sião e Jerusalém.

O que o capítulo 24 de Isaías nos diz sobre o julgamento de Deus?

O capítulo 24 de Isaías nos diz que Deus julgará os pecadores e que eles serão punidos por suas transgressões. Esta profecia nos lembra que devemos buscar a reconciliação com Deus para evitar o julgamento.

Leave A Reply

Your email address will not be published.