Esperança em meio à Injustiça: Jeremias 20 na Bíblia

0

O livro de Jeremias, escrito durante o cativeiro de Judá no século VI a.C., é um dos mais profundos e significativos livros da Bíblia. Neste livro, encontramos muitas passagens que nos ajudam a entender a condição humana, a fé e a esperança. Nesta postagem, vamos refletir sobre a passagem bíblica de Jeremias 20, que nos mostra como Jeremias, o profeta, foi tratado com violência e injustiça. A passagem nos mostra como o profeta, apesar de toda a dor e sofrimento, consegue encontrar a força para cantar louvores ao Senhor e encontrar esperança. Vamos refletir sobre esta passagem, como um professor de teologia, para entender o que Deus nos ensina sobre fé, esperança e justiça.

Salmo Jeremias 20

Conteúdo

Tabela sobre Jeremias 20

Personagem Lição
Pasur, filho de Imer, o sacerdote A importância de ouvir a Palavra de Deus e não reprimir aqueles que a pregam.
Jeremias, o profeta A fidelidade de Deus ao cumprir Sua Palavra, mesmo que não seja de acordo com o que esperamos.
Rei de Babilônia A soberania de Deus para usar os inimigos para cumprir Seus propósitos.
Pasur A importância de confiar em Deus em meio às provações e dificuldades.

Jeremias 20

1 E Pasur, filho de Imer, o sacerdote, que havia sido nomeado presidente na casa
do SENHOR, ouviu a Jeremias, que profetizava estas palavras.

2 E feriu Pasur ao profeta Jeremias, e o colocou no cepo que está na porta
superior de Benjamim, na casa do Senhor.

3 E sucedeu que no dia seguinte Pasur tirou a Jeremias do cepo. Então disse-lhe
Jeremias: O Senhor não chama o teu nome Pasur, mas, Terror por todos os lados.

4 Porque assim diz o SENHOR: Eis que farei de ti um terror para ti mesmo, e para
todos os teus amigos. Eles cairão à espada de seus inimigos, e teus olhos o
verão. Entregarei todo o Judá na mão do rei de babilônia; ele os levará presos a
babilônia, e feri-los-á à espada.

5 Também entregarei toda a riqueza desta cidade, e todo o seu trabalho, e todas
as suas coisas preciosas, sim, todos os tesouros dos reis de Judá entregarei na
mão de seus inimigos, e saqueá-los-ão, e tomá-los-ão e levá-los-ão a babilônia.

6 E tu, Pasur, e todos os moradores da tua casa ireis para o cativeiro; e virás
a babilônia, e ali morrerás, e ali serás sepultado, tu, e todos os teus amigos,
aos quais profetizaste falsamente.

7 Persuadiste-me, ó Senhor, e persuadido fiquei; mais forte foste do que eu, e
prevaleceste; sirvo de escárnio todo o dia; cada um deles zomba de mim.

8 Porque desde que falo, grito, clamo: Violência e destruição; porque se tornou
a palavra do Senhor um opróbrio e ludíbrio todo o dia.

9 Então disse eu: Não me lembrarei dele, e não falarei mais no seu nome; mas
isso foi no meu coração como fogo ardente, encerrado nos meus ossos; e estou
fatigado de sofrer, e não posso mais.

10 Porque ouvi a murmuração de muitos, terror de todos os lados: Denunciai, e o
denunciaremos; todos os que têm paz comigo aguardam o meu manquejar, dizendo:
Bem pode ser que se deixe persuadir; então prevaleceremos contra ele e nos
vingaremos dele.

11 Mas o Senhor está comigo como um valente terrível; por isso tropeçarão os
meus perseguidores, e não prevalecerão; ficarão muito confundidos; porque não se
houveram prudentemente, terão uma confusão perpétua que nunca será esquecida.

12 Tu, pois, ó Senhor dos Exércitos, que provas o justo, e vês os rins e o
coração, permite que eu veja a tua vingança contra eles; pois já te revelei a
minha causa.

13 Cantai ao Senhor, louvai ao Senhor; pois livrou a alma do necessitado da mão
dos malfeitores.

14 Maldito o dia em que nasci; não seja bendito o dia em que minha mãe me deu à
luz.

15 Maldito o homem que deu as novas a meu pai, dizendo: Nasceu-te um filho;
alegrando-o com isso grandemente.

16 E seja esse homem como as cidades que o Senhor destruiu e não se arrependeu;
e ouça clamor pela manhã, e ao tempo do meio-dia um alarido.

17 Por que não me matou na madre? Assim minha mãe teria sido a minha sepultura,
e teria ficado grávida perpetuamente!

18 Por que saí da madre, para ver trabalho e tristeza, e para que os meus dias
se consumam na vergonha?

Mensagem crista Jeremias 20

Jeremias Profetiza e Pasur O Feriu

De acordo com o livro de Jeremias, o profeta foi ferido pelo sacerdote Pasur, filho de Imer, que havia sido nomeado presidente na casa do Senhor. Pasur colocou Jeremias no cepo que estava na porta superior de Benjamim, na casa do Senhor. No dia seguinte, Pasur tirou Jeremias do cepo e este profetizou que o Senhor chamaria o nome de Pasur de “Terror por todos os lados”.

O Senhor Fará de Pasur um Terror Para Si Mesmo

O Senhor anunciou que faria de Pasur um terror para si mesmo e para todos os seus amigos. Ele disse que todos os amigos de Pasur cairiam à espada de seus inimigos e que todo o Judá seria entregue na mão do rei de Babilônia e levados à Babilônia como prisioneiros. O Senhor também anunciou que toda a riqueza da cidade, todo o trabalho, todas as coisas preciosas e todos os tesouros dos reis de Judá seriam entregues na mão de seus inimigos e saqueados.

Pasur e os Moradores de Sua Casa Iriam Para o Cativeiro

O Senhor disse que Pasur e todos os moradores de sua casa iriam para o cativeiro e que eles morreriam e seriam sepultados lá. Jeremias disse que ele havia sido persuadido pelo Senhor e que ele servia de escárnio todo o dia, pois todos zombavam dele. Ele disse que, desde que falava, gritava e clamava por violência e destruição, pois a palavra do Senhor se tornara um opróbrio e ludíbrio todos os dias.

O Senhor É um Valente Terrível

Jeremias orou ao Senhor para que ele visse a vingança do Senhor contra seus perseguidores, pois ele já havia revelado ao Senhor a sua causa. Ele então cantou louvores ao Senhor, pois ele havia livrado a alma do necessitado da mão dos malfeitores. Por fim, Jeremias maldisse o dia em que nasceu e o homem que deu as novas a seu pai, alegrando-o com isso grandemente. Ele disse que o Senhor estava com ele como um valente terrível, e que seus perseguidores tropeçariam e não prevaleceriam.

A passagem de Jeremias nos ensina a confiar no Senhor em todas as circunstâncias. O Senhor está conosco como um valente terrível, e nada pode nos separar do seu amor. Ele nos livrará de todos os nossos inimigos e nos dará a vitória. Se confiarmos nele, teremos a vida eterna. Louvamos ao Senhor por seu amor e misericórdia para conosco!

Introdução

Neste capítulo de Jeremias, o profeta Jeremias é preso pelo presidente da casa do Senhor, Pasur. Jeremias profetiza que o Senhor fará de Pasur um terror para si mesmo e para todos os seus amigos. Ele também profetiza que todos os que moram na casa de Pasur serão levados para o cativeiro e que todas as riquezas da cidade serão entregues aos inimigos.

Desenvolvimento

Jeremias também denuncia a hipocrisia dos que o rodeiam, pois eles alegam ser seus amigos, mas na verdade estão à espera de um sinal para se vingarem dele. No entanto, o Senhor é mais forte do que ele e protegerá Jeremias de seus inimigos. Por fim, Jeremias deseja nunca ter nascido para evitar toda a tristeza que estava passando.

Conclusão

O capítulo 20 de Jeremias mostra como o Senhor é maior do que quem o persegue. Jeremias tem a clara consciência de que, apesar de todos os desejos, o Senhor é o único que tem o poder de protegê-lo dos seus inimigos e de lhe dar a vingança que ele busca.

FAQ

Q: Quem é Pasur?

R: Pasur é o presidente da casa do Senhor que prende Jeremias.

Q: O que Jeremias profetiza a Pasur?

R: Jeremias profetiza que o Senhor fará de Pasur um terror para si mesmo e para todos os seus amigos, e que todos os que moram na casa de Pasur serão levados para o cativeiro.

Q: Quem protege Jeremias de seus inimigos?

R: O Senhor é quem protege Jeremias de seus inimigos.

Leave A Reply

Your email address will not be published.