Descubra a Grandeza de Deus com Jó 13: Uma Passagem para Refletir

0

A passagem bíblica de Jó 13 traz um profundo ensinamento para todos aqueles que buscam entender a grandeza de Deus. Esta passagem nos mostra como Jó, um homem justo, busca defender-se diante de Deus, pois ele é consciente de que não é inferior ao Todo-Poderoso. Embora saibamos que não somos iguais a Deus, é importante que entendamos que, mesmo assim, podemos nos defender diante dele. Ao mesmo tempo, Jó nos ensina a ter humildade e submissão a Deus, pois ele reconhece que não pode esconder ou ocultar nada dele. Por fim, Jó nos mostra que, mesmo diante de uma situação difícil, é possível confiar em Deus e esperar que Ele nos salve. Assim, ao refletirmos sobre a passagem bíblica de Jó 13, aprendemos que Deus é soberano e que devemos nos submeter a Ele.

Salmo Jo 13

Conteúdo

Tabela sobre Jó 13

Personagem Lição
Todo-Poderoso Deus é soberano e não devemos aceitar a sua pessoa.
Médicos A sabedoria é importante para a vida.
Hipócrita A hipocrisia não é tolerada por Deus.
Personagem principal Devemos ter fé em Deus e confiar em sua justiça.

Jó 13

1 Eis que tudo isto viram os meus olhos, e os meus ouvidos o ouviram e
entenderam.

2 Como vós o sabeis, também eu o sei; não vos sou inferior.

3 Mas eu falarei ao Todo-Poderoso, e quero defender-me perante Deus.

4 Vós, porém, sois inventores de mentiras, e vós todos médicos que não valem
nada.

5 Quem dera que vos calásseis de todo, pois isso seria a vossa sabedoria.

6 Ouvi agora a minha defesa, e escutai os argumentos dos meus lábios.

7 Porventura por Deus falareis perversidade e por ele falareis mentiras?

8 Fareis acepção da sua pessoa? Contendereis por Deus?

9 Ser-vos-ia bom, se ele vos esquadrinhasse? Ou zombareis dele, como se zomba de
algum homem?

10 Certamente vos repreenderá, se em oculto fizerdes acepção de pessoas.

11 Porventura não vos espantará a sua alteza, e não cairá sobre vós o seu
terror?

12 As vossas memórias são como provérbios de cinza; as vossas defesas como
defesas de lodo.

13 Calai-vos perante mim, e falarei eu, e venha sobre mim o que vier.

14 Por que razão tomarei eu a minha carne com os meus dentes, e porei a minha
vida na minha mão?

15 Ainda que ele me mate, nele esperarei; contudo os meus caminhos defenderei
diante dele.

16 Também ele será a minha salvação; porém o hipócrita não virá perante ele.

17 Ouvi com atenção as minhas palavras, e com os vossos ouvidos a minha
declaração.

18 Eis que já tenho ordenado a minha causa, e sei que serei achado justo.

19 Quem é o que contenderá comigo? Se eu agora me calasse, renderia o espírito.

20 Duas coisas somente não faças para comigo; então não me esconderei do teu
rosto:

21 Desvia a tua mão para longe, de mim, e não me espante o teu terror.

22 Chama, pois, e eu responderei; ou eu falarei, e tu me responderás.

23 Quantas culpas e pecados tenho eu? Notifica-me a minha transgressão e o meu
pecado.

24 Por que escondes o teu rosto, e me tens por teu inimigo?

25 Porventura acossarás uma folha arrebatada pelo vento? E perseguirás o
restolho seco?

26 Por que escreves contra mim coisas amargas e me fazes herdar as culpas da
minha mocidade?

27 Também pões os meus pés no tronco, e observas todos os meus caminhos, e
marcas os sinais dos meus pés.

28 E ele me consome como a podridão, e como a roupa, à qual rói a traça.

Mensagem crista Jo 13

Jó 13: 1-28 – A Defesa de Jó

Neste trecho, o livro de Jó nos mostra o homem em seu desespero, se colocando diante do Todo-Poderoso e o desafiando a defender-se. Embora seu coração esteja cheio de dor, ele não desiste de sua fé e, acima de tudo, de sua confiança em Deus.

Jó começa por afirmar que tem consciência de sua condição perante Deus, e que não é inferior aos seus acusadores (v. 2). Ele então desafia os seus acusadores a se calarem, pois isso seria a única sabedoria a que eles poderiam alcançar (v. 5).

Em seguida, Jó procura se defender diante de Deus, perguntando se é possível que Ele seja acusado de falar perversidades (v. 7) ou de fazer acepção de pessoas (v. 8). O homem questiona se, se Deus lhe desse atenção, seria algo bom para ele, ou se Ele se zombaria dele como se faz com algum homem (v. 9). Então, Jó diz que, mesmo que Deus o repreenda, ele continuará esperando nele (v. 15).

Em seguida, ele afirma que suas alegações são justas e que, se calasse, isso seria como se ele tivesse dado o espírito (v. 19). Ele não pede que Deus o salve, mas apenas que não o esconda de seu rosto e que não o espante com seu terror (v. 20). Por fim, Jó pede a Deus que ouça suas palavras e que lhe indique as suas transgressões (v. 23).

Este trecho nos ensina que, mesmo diante das dificuldades mais terríveis, devemos confiar em Deus e esperar nele. Não devemos deixar que as circunstâncias nos desvie de nossa fé, pois Deus está sempre conosco, mesmo quando parece que ele nos esconde o rosto.

Introdução a Jó 13

Jó 13 é parte da Bíblia do Antigo Testamento, no qual Jó faz uma defesa de si mesmo diante de Deus, argumentando que Deus não pode aceitar a perversidade e as mentiras. Jó cita vários exemplos e evidências de sua própria innocência, argumentando que não é inferior a Deus e que não é um hipócrita. Jó acredita que Deus o defenderá e que, mesmo se Deus o matar, ele seguirá defendendo sua causa. Ele implora a Deus que não o tenha como inimigo e faz várias perguntas, que o leitor pode usar para refletir sobre suas próprias questões de fé e de vida.

Perguntas e Respostas Frequentes (FAQ) sobre Jó 13

O que é Jó 13?

Jó 13 é um capítulo do Antigo Testamento da Bíblia, no qual Jó faz uma defesa de si mesmo diante de Deus. Ele argumenta que Deus não pode aceitar as perversidades e as mentiras, e pede a Deus que não o tenha como inimigo.

O que Jó está tentando provar?

Jó está tentando provar sua inocência e que não é inferior a Deus. Ele argumenta que é honesto e que não é um hipócrita. Ele acredita que Deus o defenderá e que, mesmo se Deus o matar, ele seguirá defendendo sua causa.

O que o leitor pode aprender com Jó 13?

O leitor pode usar as perguntas de Jó para refletir sobre suas próprias questões de fé e de vida. Ele também pode aprender sobre como defender sua causa diante de Deus e como ser honesto diante de Deus.

Qual é a mensagem de Jó 13?

A mensagem de Jó 13 é que Deus não aceita as perversidades e as mentiras e que o leitor deve ser honesto e sincero em sua fé. O capítulo também transmite a mensagem de que Deus é justo e que Ele defenderá aqueles que são honestos e fiéis.

Leave A Reply

Your email address will not be published.