Malaquias 3: a Viagem de Deus para Revelar o Seu Amor Misericordioso!

0

Malaquias 3 nos lembra que Deus é amor e misericórdia. Ele é o Senhor dos Exércitos, que envia seu mensageiro para preparar o caminho diante dele. Quando Deus aparece, ninguém será capaz de suportar o dia da sua vinda, pois Ele será como fogo do ourives e sabão dos lavandeiros. Mas, para aqueles que O temem, Deus promete que Ele se aproximará para estabelecer juízo e que abrirá as janelas do céu e derramará sobre eles uma bênção abundante. Deus não muda e nos convida a voltarmos para Ele para que possamos ver a diferença entre o justo e o ímpio. Que possamos todos nos arrepender e nos aproximar de Deus para que possamos desfrutar de sua misericórdia e amor.

Salmo Malaquias 3

Conteúdo

Tabela sobre Malaquias 3

Personagens principais Lições
Mensageiro Deus envia mensageiros para nos preparar para o Seu retorno.
Senhor dos Exércitos Deus é o Senhor dos Exércitos e deve ser temido e reverenciado.
Filhos de Levi Devemos buscar a purificação espiritual e oferecer ofertas a Deus.
Feiticeiros, adúlteros, juradores falsos, etc. Devemos nos afastar do pecado e obedecer a Deus.
Filhos de Jacó Devemos nos arrepender e voltar para Deus.
Soberbos Devemos evitar a soberba e buscar a humildade.
Aqueles que temem a Deus Devemos temer a Deus e nos lembrar do Seu nome.

Malaquias 3

1 Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de
repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da
aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos.

2 Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer?
Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros.

3 E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos
de Levi, e os refinará como ouro e como prata; então ao Senhor trarão oferta em
justiça.

4 E a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, como nos dias
antigos, e como nos primeiros anos.

5 E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os
feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que
defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o
direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos.

6 Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois
consumidos.

7 Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os
guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos
Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar?

8 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos?
Nos dízimos e nas ofertas.

9 Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.

10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha
casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não
vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não
haja lugar suficiente para a recolherdes.

11 E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da
vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos
Exércitos.

12 E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra
deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos.

13 As vossas palavras foram agressivas para mim, diz o Senhor; mas vós dizeis:
Que temos falado contra ti?

14 Vós tendes dito: Inútil é servir a Deus; que nos aproveita termos cuidado em
guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos?

15 Ora, pois, nós reputamos por bem-aventurados os soberbos; também os que
cometem impiedade são edificados; sim, eles tentam a Deus, e escapam.

16 Então aqueles que temeram ao Senhor falaram freqüentemente um ao outro; e o
Senhor atentou e ouviu; e um memorial foi escrito diante dele, para os que
temeram o Senhor, e para os que se lembraram do seu nome.

17 E eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos; naquele dia serão para mim
jóias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve.

18 Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que
serve a Deus, e o que não o serve.

Mensagem crista Malaquias 3

Malaquias 3:1-18

Versículo 1

O Senhor dos Exércitos enviará um mensageiro para preparar o caminho antes dele. O Senhor virá ao seu templo e o mensageiro da aliança chegará. É preciso buscar o Senhor com expectativa, pois o Senhor é o que traz a salvação.

Versículo 2

Ninguém será capaz de suportar o dia da vinda do Senhor. Quando Ele aparecer, quem poderá resistir? O Senhor é como fogo de ourives e sabão de lavandeiros.

Versículo 3

O Senhor purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e prata. Ofertas justas serão dadas ao Senhor.

Versículo 4

A oferta de Judá e Jerusalém será agradável ao Senhor como nos dias antigos.

Versículo 5

O Senhor virá para julgar os malfeitores, como aqueles que praticam feitiçaria, adultério, juram falsamente, defraudam o diarista em seu salário e a viúva e o órfão. O Senhor desafia a humanidade a não temê-lo.

Versículo 6

O Senhor não muda, por isso não deixará os filhos de Jacó serem consumidos.

Versículo 7

Os filhos de Jacó se desviaram dos estatutos do Senhor. O Senhor desafia a humanidade a voltar para Ele.

Versículo 8

O Senhor pergunta se o homem roubará a Deus. A humanidade tem roubado o Senhor em dízimos e ofertas. Por causa disso, toda a nação foi amaldiçoada.

Versículo 9

O Senhor desafia a humanidade a trazer todos os dízimos à casa do tesouro. Se isso for feito, o Senhor abrirá as janelas do céu e derramará bênçãos tão grandes que não haverá lugar suficiente para as recolher.

Versículo 10

O Senhor repreenderá o devorador para que não destrua os frutos da terra e a vide no campo não ficará estéril.

Versículo 11

Todas as nações chamarão a humanidade de bem-aventurada, pois ela será uma terra deleitosa para o Senhor.

Versículo 12

A humanidade tem falado agressivamente com o Senhor. O Senhor pergunta por que isso foi feito.

Versículo 13

A humanidade diz que é inútil servir a Deus, que não há nenhum benefício em guardar os seus preceitos e andar de luto diante do Senhor.

Versículo 14

A humanidade considera os soberbos bem-aventurados e aqueles que cometem maldades são edificados. Eles tentam a Deus e escapam.

Versículo 15

Aqueles que temem o Senhor falam uns com os outros. O Senhor ouve e escreve um memorial para aqueles que temem o Senhor e se lembram do seu nome.

Versículo 16

Estes serão os do Senhor, pois Ele os poupará como um homem poupa a seu filho que o serve.

Versículo 17

A humanidade verá a diferença entre o justo e o ímpio, entre aqueles que servem a Deus e aqueles que não o servem.

Versículo 18

O Senhor dos Exércitos desafia a humanidade a voltar para Ele. Quando isso acontecer, o Senhor abrirá as janelas do céu e derramará bênçãos tão grandes que não haverá lugar suficiente para as recolher.

O Senhor nos desafia a voltar para Ele e a servi-lo de todo o nosso coração. Ao servirmos ao Senhor, podemos desfrutar das bênçãos do Senhor. Podemos ver a diferença entre o justo e o ímpio, e podemos nos tornar um povo bem-aventurado. É hora de voltar para o Senhor e servi-lo com alegria e amor.

Malaquias 3: O Senhor dos Exércitos


Malaquias 3 trata das advertências e promessas do Senhor para aqueles que temem a Deus e servem a Ele. A mensagem do Senhor é de que Ele não mudará e que aqueles que temem a Ele serão poupados. O Senhor também promete abençoar a terra e dar aos fiéis uma bênção tão abundante que não haverá espaço para recolhê-la. O Senhor também repreenderá o devorador para que os frutos da terra sejam preservados.


Malaquias 3 também fala do cuidado que devemos ter com os preceitos e comandos de Deus. A advertência do Senhor é para que não sejamos arrogantes e não tentemos a Deus. O Senhor destaca que aqueles que temem a Ele e guardam seus preceitos serão abençoados e serão chamados de bem-aventurados por todas as nações.

FAQ sobre Malaquias 3

O que é Malaquias 3?


Malaquias 3 é um capítulo do livro de Malaquias, o último livro do Antigo Testamento. Nesse capítulo, o Senhor fala aos israelitas sobre as advertências e promessas que tem para aqueles que o temem e o servem.

O que diz Malaquias 3?


Malaquias 3 fala sobre as advertências e promessas do Senhor para aqueles que o temem e o servem. O Senhor destaca que Ele não mudará e que aqueles que temem a Deus serão poupados. O Senhor também promete abençoar a terra e dar aos fiéis uma bênção tão abundante que não haverá espaço para recolhê-la. O Senhor também repreenderá o devorador para que os frutos da terra sejam preservados.

O que significa o versículo 16 de Malaquias 3?


O versículo 16 de Malaquias 3 diz que aqueles que temem ao Senhor falam freqüentemente um com o outro e que o Senhor atenta e ouve. Esse versículo destaca a importância de falar sobre Deus e de se aproximar de outras pessoas que também têm medo de Deus.

Leave A Reply

Your email address will not be published.