#Mateus7: Busca a Perfeição, Seja Amoroso e Não Se Engane!

0

Ao estudarmos a passagem bíblica de Mateus 7, somos convidados a refletir sobre a importância da nossa atitude diante dos outros. Jesus nos ensina a não julgar, para que não sejamos julgados. Devemos olhar para dentro de nós mesmos e buscar a perfeição, corrigindo os nossos erros antes de apontar os dos outros. Além disso, Jesus nos ensina a dar aos outros o que desejamos que nos seja dado. Se queremos receber amor, também devemos dar amor. E, por fim, nos alerta para que não sejamos enganados por falsos profetas. O caminho que leva à vida é estreito, e somente aqueles que praticam a vontade do Pai Celestial poderão encontrá-lo. Que possamos nos apropriar destas sabias palavras de Jesus e refletir sobre elas em nossas vidas.

Salmo Mateus 7

Conteúdo

Tabela sobre Mateus 7

Personagens principais Lições
Jesus Ensinar com autoridade e não como os escribas
Ovelhas Cuidado com os falsos profetas
Árvores Reconhecer as boas ações pelos frutos
Pai Celestial Ele dará bens aos que lhe pedirem

Mateus 7

1 Não julgueis, para que não sejais julgados.

2 Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que
tiverdes medido vos hão de medir a vós.

3 E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a
trave que está no teu olho?

4 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma
trave no teu?

5 Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o
argueiro do olho do teu irmão.

6 Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas,
não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.

7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.

8 Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate,
abrir-se-lhe-á.

9 E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma
pedra?

10 E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?

11 Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto
mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?

12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também
vós, porque esta é a lei e os profetas.

13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que
conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;

14 E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos
há que a encontrem.

15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como
ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.

16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou
figos dos abrolhos?

17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos
maus.

18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.

19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.

20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.

21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele
que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu
nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas
maravilhas?

23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós
que praticais a iniqüidade.

24 Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica,
assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;

25 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela
casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.

26 E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao
homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;

27 E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela
casa, e caiu, e foi grande a sua queda.

28 E aconteceu que, concluindo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua
doutrina;

29 Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas.

Mensagem crista Mateus 7

Não julgueis, para que não sejais julgados

Cristo nos ensina que não devemos julgar os outros, pois receberemos o mesmo tratamento que demos. É importante sermos justos e tratarmos todos com o mesmo respeito, pois isso é o que Deus deseja de nós. Quando alguém está julgando outra pessoa, deve se lembrar de que será julgado da mesma forma. Não devemos julgar ninguém, pois isso é um ato de hipocrisia. Não podemos esperar que os outros nos tratem bem se não fizermos o mesmo.

Não deis aos cães as coisas santas

Cristo nos ensina que não devemos desperdiçar as bênçãos e as bênçãos que Deus nos dá. Não devemos dar aquilo que é precioso para as pessoas que não o valorizam. Precisamos ser gratos pelas bênçãos de Deus e usá-las para o bem dos outros. Deus nos dá muitas coisas, e precisamos usá-las para servir a Ele e aos outros.

Pedir, buscar e bater

Cristo nos ensina que devemos pedir, buscar e bater. Se pedirmos a Deus, Ele nos dará. Se buscarmos a Deus, Ele nos guiará. Se batermos à porta de Deus, Ela se abrirá. Deus nos ama e deseja que busquemos a Ele e lhe peçamos aquilo que precisamos. Ele dará bons frutos aos que o buscam e o honram com sua fé.

Cuidado com os falsos profetas

Cristo nos ensina a ter cuidado com os falsos profetas. Eles vêm vestidos como ovelhas, mas são lobos devoradores. Precisamos conhecer as pessoas antes de acreditar nelas. Precisamos olhar para os frutos que elas produzem para saber se são verdadeiras. Precisamos nos certificar de que as pessoas que nos ensinam estão de acordo com a vontade de Deus.

A porta estreita

Cristo nos ensina que a porta que nos leva à salvação é estreita. É um caminho difícil, mas é o único que nos levará para a vida eterna. Deus deseja que sigamos o Seu caminho e que obedeçamos à Sua vontade. É só assim que poderemos entrar no Reino dos Céus.

Edificar a casa sobre a rocha

Cristo nos ensina que devemos edificar nossa casa sobre a rocha. Precisamos construir nossas vidas sobre a Palavra de Deus. Precisamos nos aferrar ao que Ele nos ensina e nos guiar por Ele. Se fizermos isso, nossa vida permanecerá firme, mesmo que chova, corram rios e soprem ventos. Deus nos dará força para vencer todas as tempestades que a vida possa nos trazer.

Mateus 7 – Não julgueis para que não sejais julgados

Jesus nos ensina, em Mateus 7, que devemos evitar julgar os outros, pois seremos julgados da mesma forma. Também nos alerta sobre os falsos profetas, dizendo que seus frutos nos revelarão. Jesus dá outros conselhos, como não dar às cães as coisas santas, nem aos porcos as vossas pérolas, e que todo aquele que escuta e pratica as palavras de Jesus será comparado ao homem prudente. Por fim, Jesus termina dizendo que devemos fazer para os outros o que queremos que eles façam conosco.

FAQ – Mateus 7

1. O que Jesus ensina em Mateus 7?

Jesus ensina que não devemos julgar os outros, pois seremos julgados da mesma forma. Também nos alerta sobre os falsos profetas, dizendo que seus frutos nos revelarão. Ele dá outros conselhos, como não dar às cães as coisas santas, nem aos porcos as vossas pérolas, e que todo aquele que escuta e pratica as palavras de Jesus será comparado ao homem prudente. Por fim, Jesus termina dizendo que devemos fazer para os outros o que queremos que eles façam conosco.

2. Como saberemos os frutos de um falso profeta?

Os frutos de um falso profeta serão revelados pelos seus atos. Se a árvore é boa, ela produzirá bons frutos, e se a árvore é má, ela produzirá frutos ruins.

3. O que Jesus diz sobre aqueles que ouvem suas palavras, mas não as praticam?

Jesus diz que aqueles que ouvem suas palavras, mas não as praticam, serão comparados ao homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia.

Leave A Reply

Your email address will not be published.