De Miquéias 4: Descubra o Reino de Deus no Monte Sião!

0

Introdução:
O livro de Miquéias 4 nos traz uma profecia sobre o monte Sião, que segundo a Bíblia é o lugar onde o Senhor se manifesta e reina para sempre. É uma passagem que nos ensina a ver o poder de Deus sobre todas as nações e a sua promessa de salvação para aqueles que o buscam. Nesta passagem, também é revelado o seu grande amor, pois ele promete livrar aqueles que estão oprimidos e rejeitados. É um convite para todos nós nos voltarmos para o nosso Deus e para o seu reino, e para que possamos viver como um povo unido, sem guerras e com paz.

Salmo Miqueias 4

Conteúdo

Tabela sobre Miquéias 4

Personagens principais Lições
Povo de Deus Devemos seguir os caminhos de Deus e vivermos em união.
Deus Deus é o nosso Senhor e nosso Salvador, e Ele nos protege.
Filha de Sião Devemos confiar na bondade de Deus e nos esforçar para cumprir a Sua vontade.

Miquéias 4

1 Mas nos últimos dias acontecerá que o monte da casa do SENHOR será
estabelecido no cume dos montes, e se elevará sobre os outeiros, e a ele
afluirão os povos.

2 E irão muitas nações, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, e à casa
do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos pelas suas
veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor.

3 E julgará entre muitos povos, e castigará nações poderosas e longínquas, e
converterão as suas espadas em pás, e as suas lanças em foices; uma nação não
levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.

4 Mas assentar-se-á cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, e
não haverá quem os espante, porque a boca do Senhor dos Exércitos o disse.

5 Porque todos os povos andam, cada um em nome do seu deus; mas nós andaremos em
nome do Senhor nosso Deus, para todo o sempre.

6 Naquele dia, diz o Senhor, congregarei a que coxeava, e recolherei a que tinha
sido expulsa, e a que eu tinha maltratado.

7 E da que coxeava farei um remanescente, e da que tinha sido arrojada para
longe, uma nação poderosa; e o Senhor reinará sobre eles no monte Sião, desde
agora e para sempre.

8 E a ti, ó torre do rebanho, fortaleza da filha de Sião, a ti virá; sim, a ti
virá o primeiro domínio, o reino da filha de Jerusalém.

9 E agora, por que fazes tão grande pranto? Não há em ti rei? Pereceu o teu
conselheiro? Apoderou-se de ti a dor, como da que está de parto?

10 Sofre dores, e trabalha, para dar à luz, ó filha de Sião, como a que está de
parto, porque agora sairás da cidade, e morarás no campo, e virás até babilônia;
ali, porém, serás livrada; ali te remirá o SENHOR da mão de teus inimigos.

11 Agora se congregaram muitas nações contra ti, que dizem: Seja profanada, e
vejam os nossos olhos o seu desejo sobre Sião.

12 Mas não sabem os pensamentos do Senhor, nem entendem o seu conselho; porque
as ajuntou como gavelas numa eira.

13 Levanta-te e trilha, ó filha de Sião; porque eu farei de ferro o teu chifre,
e de bronze as tuas unhas; e esmiuçarás a muitos povos, e o seu ganho será
consagrado ao Senhor, e os seus bens ao Senhor de toda a terra.

Mensagem crista Miqueias 4

Isaías 2:1-13

Versículo 1

De acordo com o profeta Isaías, no últimos dias o monte da casa do Senhor será estabelecido no cume dos montes, e dele afluirão os povos. Esta promessa é confirmada por Deus e é um sinal de que Ele está no controle de tudo, pois é Ele quem determina o caminho do Seu povo.

Versículo 2

Isaías também diz que muitas nações virão ao monte do Senhor para aprender os Seus caminhos e andar pelas Suas veredas. Esta passagem é uma referência às nações que se converterão ao Senhor e que serão salvas por Ele. É também uma promessa de que Deus será conhecido e adorado por todas as nações.

Versículo 3

Nos versículos seguintes, Isaías afirma que Deus julgará entre muitos povos e castigará as nações poderosas. Esta passagem nos lembra que o Senhor é o único que julga e que Ele tem o poder de punir aqueles que desobedecem à Sua vontade. É também uma advertência para todos aqueles que vivem em pecado.

Versículo 4

O versículo 4 nos traz uma visão de paz e reconciliação, pois Deus promete que, no últimos dias, as nações não levantarão a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. Esta promessa nos dá esperança de que um dia haverá paz e reconciliação entre todas as nações e que todos serão unidos na adoração ao Senhor.

Versículo 5

No versículo 5, Isaías nos diz que todos os povos andam em nome de seus deuses, mas que nós, como povo de Deus, andaremos em nome do Senhor para sempre. Esta passagem nos lembra que devemos sempre buscar viver de acordo com os princípios de Deus e que devemos nos esforçar para glorificá-Lo em todas as nossas ações.

Versículo 6

No versículo 6, Deus promete que Ele irá reunir aqueles que estão desamparados e aqueles que foram maltratados. Esta passagem nos lembra que Deus é fiel e que Ele está sempre pronto para nos acolher e nos abençoar. É também uma promessa de que Deus nos ajudará a perseverar em nossa fé, mesmo nas circunstâncias mais difíceis.

Versículo 7

No versículo 7, Deus promete que fará um remanescente daqueles que estão coxos e que Ele reinará sobre eles no monte Sião, desde agora e para sempre. Esta passagem nos lembra que, apesar das nossas fraquezas, Deus nos ama e nos aceita como somos. É também uma promessa de que Deus estará conosco para sempre e que Ele nos guiará para a vitória.

Versículo 8

No versículo 8, Deus promete que a torre do rebanho, a fortaleza da filha de Sião, será salva. Esta passagem nos lembra que Deus é nosso protetor e que Ele nos dará a força e a coragem necessárias para enfrentar os desafios da vida. É também uma promessa de que Deus nos abençoará com a vitória.

Versículo 9

No versículo 9, Deus pergunta a Sião por que ela está chorando. Esta passagem nos lembra que Deus está sempre presente e que Ele nos conhece melhor do que ninguém. É também uma advertência para que não desanimemos, pois Deus está no controle de tudo e Ele nos ajudará a encontrar a vitória.

Versículos 10-13

Nos versículos 10-13, Deus promete que Sião será livrada da mão dos seus inimigos e que Ele destruirá muitos povos. Esta passagem nos lembra que Deus é o nosso protetor e que Ele nos livrará de todos os nossos inimigos. É também uma promessa de que Deus nos ajudará a vencer todas as lutas. Além disso, esta passagem nos ensina que devemos sempre nos lembrar de que Deus é o único que pode nos ajudar a vencer todas as batalhas da vida.

Miquéias 4

Miquéias 4 é o capítulo da Bíblia que relata a profecia de Miquéias sobre o futuro de Sião. Miquéias profetiza que o Monte Sião se tornará o centro das nações e que muitas delas se dirigirão a ele para receber instruções. A profecia também inclui a promessa de que haverá paz entre as nações, que Deus recolherá os que foram rejeitados e que a filha de Sião será restaurada.

O Significado de Miquéias 4

Miquéias 4 contém mensagens proféticas importantes sobre o destino de Sião e da nação de Israel. A profecia indica que o Monte Sião se tornará o centro de todas as nações e o lugar onde o Senhor governará a partir de. Também indica que as nações se voltarão para Deus e que haverá paz entre elas. A profecia também inclui a promessa de que Deus restaurará a filha de Sião e a livrará de seus inimigos.

Aplicação de Miquéias 4

Miquéias 4 contém mensagens para todos os nossos dias. É uma lembrança de que Deus se preocupa com as nações e com seu povo. É um chamado para as nações se voltarem para Deus e para que busquem a paz e a justiça. É também uma mensagem de esperança para aqueles que acreditam que o Senhor restaurará o seu povo e o livrará de seus inimigos.

FAQ Sobre Miquéias 4

Q: O que é Miquéias 4?
R: Miquéias 4 é o capítulo da Bíblia que relata a profecia de Miquéias sobre o futuro de Sião.

Q: O que significa Miquéias 4?
R: Miquéias 4 contém mensagens proféticas importantes sobre o destino de Sião e da nação de Israel. A profecia indica que o Monte Sião se tornará o centro de todas as nações e o lugar onde o Senhor governará a partir de.

Q: Qual é a aplicação de Miquéias 4?
R: Miquéias 4 contém mensagens para todos os nossos dias. É uma lembrança de que Deus se preocupa com as nações e com seu povo. É um chamado para as nações se voltarem para Deus e para que busquem a paz e a justiça.

Leave A Reply

Your email address will not be published.