Como a Morte de Jesus nos Ensina Amor e Sacrifício

0

Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. A história de Jesus Cristo é um exemplo de amor incondicional e sacrifício. Ele deu a sua vida para nos salvar e nos reconciliar com o Pai. A vida de Jesus nos ensina o verdadeiro significado do amor e do sacrifício. Neste artigo, vamos explorar como Jesus demonstrou seu amor por nós, dando a sua vida por nós, e como devemos nos inspirar e praticar esse amor incondicional.

Mensagem crista Morte de Jesus

Conteúdo

Tabela sobre Morte de Jesus

Característica Descrição
Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Jesus deu sua vida para salvar os outros.
Morte de Jesus Jesus foi preso, crucificado, morto e sepultado.
Ressurreição de Jesus Jesus foi ressuscitado dos mortos e ascendeu ao céu.
A morte não tem domínio sobre ele Jesus não morre mais.
Deu a sua vida por nós Jesus deu sua vida para salvar os outros.
Tremor da terra Quando Jesus morreu, a terra tremeu.
Ressurreição dos santos Muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados.
Testemunho do centurião O centurião e os guardas reconheceram que Jesus era o Filho de Deus.
Propiciação pelos pecados Jesus é a propiciação pelos nossos pecados.
Amor de Deus Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Reconciliação com Deus Nós somos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho.
Humilhação de Jesus Jesus foi obediente até à morte, e morte de cruz.
Testemunho dos homens Jesus foi aprovado por Deus entre os homens com maravilhas, prodígios e sinais.
Entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus Jesus foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus.
Ferido por causa das nossas transgressões Jesus foi ferido por causa das nossas transgressões.
Título acima de Jesus Havia um título acima de Jesus escrito em letras gregas, romanas e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS.
Repreensão do malfeitor Um dos malfeitores repreendeu o outro, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, est

Refletindo sobre as passagens bíblicas

A primeira passagem bíblica que identificamos é João 15:13: “Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos”. Esta passagem nos ensina a verdade fundamental do amor cristão: dar a vida por aqueles a quem amamos. É um amor que vai além do que é humanamente possível. É aquele que Jesus nos ensinou quando ele deu sua vida por nós na cruz. É um amor que devemos ter uns pelos outros e que nos leva a servir ao próximo.

A segunda passagem bíblica que identificamos é Mateus 26:26-28: “Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha”. Esta passagem nos ensina sobre a importância da Santa Ceia. É na Santa Ceia que lembramos da morte de Jesus e de seu sacrifício por nós e nos comprometemos a seguir seu exemplo de amor e serviço. É na Santa Ceia que nos unimos uns aos outros como irmãos e irmãs em Cristo.

A terceira passagem bíblica que identificamos é Romanos 6:9-10: “Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Porque, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus”. Esta passagem nos ensina sobre a ressurreição de Cristo. A ressurreição de Jesus é nosso maior motivo de esperança, pois significa que a morte não tem o último dizer e que a vida eterna é possível. É por isso que podemos viver com confiança e alegria, porque sabemos que, por meio de Jesus, a vida eterna é nossa.

A quarta passagem bíblica que identificamos é João 10:11: “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. Esta passagem nos ensina sobre o amor, o cuidado e o serviço de Jesus como nosso pastor. Jesus nos mostrou o amor incondicional de Deus ao dar sua vida por nós. Ele é o bom pastor que nos guia ao redor das armadilhas e nos protege dos nossos inimigos. É por isso que devemos seguir seus passos e viver de acordo com os ensinamentos de Jesus.

Essas são apenas algumas das passagens bíblicas que podem nos ajudar a compreender melhor o amor e o cuidado de Deus por nós. Que possamos nos aproximar mais de Deus e amar uns aos outros como ele nos amou.

Salmo Morte de Jesus

A Morte de Jesus – Uma Experiência Única e Profunda

A morte de Jesus é um evento único e profundo que nos ensina tantas coisas sobre quem é Ele e a sua importância na salvação de todos nós. A Palavra de Deus nos mostra que Jesus deu a sua vida por nós, para nos salvar dos nossos pecados, e que Ele foi obediente até mesmo à morte, e morte de cruz. Foi assim que Jesus aprovou a nós a Sua grande amor e sacrifício para nos salvar.

Símbolos e Personagens

A morte de Jesus está repleta de símbolos e personagens que nos ajudam a compreender melhor o significado do Seu sacrifício. Por exemplo, o vinagre e o hissopo são símbolos do sofrimento de Jesus; a túnica sem costura é um símbolo da unidade de Deus como Pai, Filho e Espírito Santo; as menções aos cães e os malfeitores que estavam pendurados ao lado de Jesus são símbolos da humanidade perdida; e as figuras da mãe e da irmã de Jesus são símbolos do Seu amor para com todos nós. Além disso, existem também personagens importantes como o centurião e os soldados, que ficaram profundamente impressionados com o que viram e ouviram no Calvário.

Motivos, Prenúncios e Ambientação

A Palavra de Deus nos mostra que houve um grande número de motivos, prenúncios e ambientações em torno da morte de Jesus. Por exemplo, o tremor de terra, o rasgamento do véu do templo, a ressurreição dos santos e a escuridão no céu são alguns dos prenúncios que anunciam que algo importante está acontecendo. Além disso, o fato de Jesus ter exclamado “Eloí, Eloí, lamá sabactâni?” (Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?) e de ter dito “Está consumado” (ou seja, a missão de Jesus foi completada) foram alguns dos motivos que nos mostram que a Sua morte foi um evento único. Por fim, a grande multidão reunida no Calvário, bem como a atmosfera de dor e tristeza que cercava o evento, nos dão uma ideia do impacto da morte de Jesus.

Versículos, Alusões e Pontos de Vista

Os versículos também nos ajudam a compreender a morte de Jesus melhor. Por exemplo, versículos como “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos” (João 15:13), “O Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos” (Isaías 53:6) e “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16) nos ajudam a compreender o profundo significado da Sua morte. Além disso, também há numerosas alusões à morte de Jesus, como a descrição da Sua

FAQ sobre a Morte de Jesus Cristo

1. Por que Jesus morreu?


Jesus morreu para nos salvar de nosso pecado. Ele deu a sua vida por nós e nos reconciliou com Deus através de sua morte.

2. Como Jesus morreu?


Jesus foi crucificado, tendo sido pregado na cruz com as mãos e os pés. Seu corpo foi ferido e moído pelas nossas transgressões. Ele foi obediente à morte, e morreu na cruz.

3. Quais são os benefícios da morte de Jesus?


Através da morte de Jesus, nós somos perdoados de nossos pecados e temos a vida eterna. A morte de Jesus nos reconciliou com Deus, e nos deu a esperança da salvação.

4. O que aconteceu quando Jesus morreu?


Quando Jesus morreu, tremeu a terra, e muitos santos foram ressuscitados. O véu do templo se rasgou ao meio, e o centurião e os guardas que estavam presentes tiveram grande temor.

5. O que Jesus disse antes de morrer?


Antes de morrer, Jesus disse: “Eloí, Eloí, lamá sabactâni? que, traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”. Ele também disse: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”.

Leave A Reply

Your email address will not be published.