Natal: qual a sua origem e seu significado?

1

Muitos acreditam que o Natal é apenas a comemoração do nascimento de Jesus Cristo, no dia 25 de dezembro. Entretanto, as religiões também fazem as suas próprias comemorações. A celebração acontece desde o período romano e vamos explicar a origem da festa neste texto. 

Conteúdo

O que é o Natal?

O Natal é o período em que comemora o nascimento do messias, que segundo o Cristianismo, é Jesus Cristo. O nome “natal” quer dizer nascimento em hebraico. Mas, a origem realmente em homenagem ao nascimento de Cristo? Vamos explicar melhor no próximo tópico a seguir. 

Qual é a origem do Natal?

Apesar de ser uma festa genuinamente cristã, o Natal já era comemorado pelos pagãos, pois neste período acontece o equinócio de inverno. Ou seja, a saída do outono. No Brasil, todavia, este período celebra-se a chegada do verão. 

Qual é a origem do Natal?
Veja qual a origem do natal. Fonte/Reprodução: original.

Essa comemoração acontece desde o período romano, que celebrava a chegada do Deus Sol, como uma forma de celebrar o fim de ano farto. O Sol é o equivalente à Mitra, sendo um deus grego. 

Ninguém sabe ao certo se Jesus Cristo nasceu realmente no dia 25 de dezembro. Mas, o Papa Julius, no século IV, definiu esta data para celebrar o seu nascimento. 

Símbolos do natal e os seus significados

Durante a festa de Natal, há vários símbolos que remetem ao momento importante. A seguir, vamos apresentar alguns destes símbolos. 

Papai Noel

O São Nicolau era um bispo que ajudava as crianças mais pobres e também os adultos necessitados. Por isso, ele é considerado santo na igreja. Já a figura do bom velhinho e de roupas vermelhas, veio nos Estados Unidos, a partir dos comerciais para a população.

Estrela de Belém

A estrela de Natal é um dos principais símbolos natalinos. A história tem relação com os três Reis Magos que viram uma estrela que informara o nascimento de Cristo. 

Velas de Natal

Começou a tradição na Europa, onde eles começaram a utilizar a vela como sinal de iluminação para representar o surgimento de Jesus e era uma forma de proteger o mundo da escuridão.

Árvores de Natal

Assim como as velas, os europeus que implantaram a tradicional Árvore de Natal. Tudo aconteceu durante a Reforma Protestante quando Martinho Lutero colocou uma árvore como símbolo, visto que o pinheiro é a única que consegue manter forte no inverno. 

Ceia de Natal

O Natal surgiu como uma forma de comemorar a fatura da colheita de outono. Por isso, a importância de uma mesa farta. A tradição na Europa continuou, após o nascimento de Cristo, onde os povos abriam a porta de suas casas para receber viajantes e chamá-los para tomar uma refeição.

Presépio

O presépio é uma forma de simbolizar como teria nascido Jesus. Ou seja, esta é uma representação, desenvolvida inicialmente por São Francisco de Assis em 1223. No presépio tem animais no estábulo, anjo, estrela de Belém, três Reis Magos e Jesus, Maria e José.

Presente de Natal

Os presentes vieram com os Reis Magos, que entregaram ouro, incenso e mirra para Jesus Cristo quando nasceu. Então, os povos começaram a fazer troca de presentes como uma forma de simbolizar esta passagem bíblica.

Guirlandas

Elas surgiram em Roma como símbolo de boas-vindas para os dias festivos, principalmente durante o equinócio de inverno. Depois, a Igreja utilizou a guirlanda com adaptação de velas, surgindo a coroa do Advento. 

Sinos

“Bate o sino pequenino…”…Quem nunca escutou esta música? Os cristãos utilizam como um aviso para reunião e avisar o nascimento de Cristo.

Anjo

Quando Maria soube estar grávida, um anjo veio até ela e disse que esperaria o Messias. O anjo era Gabriel, transformando-se em símbolo do mensageiro de Deus. Sem contar que é uma das importantes figuras do presépio, no qual explicaremos mais na frente.

Bolas

O pinheiro simboliza a resistência da árvore mesmo em período de inverno. Neste período, as pessoas utilizam bolas de Natal como decoração, onde simboliza os frutos e sua beleza tornou elemento importante ao decorar uma árvore. 

Coroa de Advento

Falamos acima que a Coroa de Advento, que é uma adaptação de velas com guirlandas. Mas, esquecemos de falar o significado trazido pela Igreja. Para os religiosos, ele não é só um símbolo de decoração, pois as folhas verdes dão sinal de esperança e as velas iluminam o caminho para receber o Salvador. 

Cartão de Natal

Quando não se tem dinheiro para comprar um presente de natal, envia-se um cartão. Os primeiros cartões, com mensagens bonitas e ilustradas, surgiram na Inglaterra, quando um pintor recebeu pedido de fazer cartões com mensagens de Natal. O motivo era que o cliente estava ocupado em escrever cartas desejando boas festas. Apesar da internet, ainda hoje é comum enviar cartões de papel desejando um lindo natal.

Peru

Como o Natal celebra o período de fartura, a sua tradição veio dos Estados Unidos no Dia de Ação de Graças para agradecer os bons resultados da colheita. Entretanto, a igreja também utilizou para as suas tradicionais festas natalinas. 

Panetone

O tradicional pão doce, com uvas-passas e frutas cristalizadas é a sobremesa obrigatória após a ceia natalina. Tudo começou quando um padeiro chamado Toni desenvolveu um pão para superar as encomendas de ceia natalina. Mas, enquanto preparava a ceia do seu patrão, ele criou um pão aprovado pela família da chefia. Assim virou o “Pani de Toni”, o Panetone.

Quem eram os três Reis magos?

Os três Reis magos são Baltasar, Gaspar e Belchior. Conforme a Bíblia, eles souberam o nascimento de Jesus através de uma estrela-cadente e viajaram até Belém de burro. No dia 06 de janeiro, eles encontraram José, Maria e o menino, onde entregaram três presentes, que são: mirra, ouro e incenso. 

Em Natal, por exemplo, existe um forte chamado Forte dos Reis Magos, onde recebeu este nome por começar a sua construção no dia 06 de janeiro de 1598. Dentro do ponto turístico existe um altar em homenagem aos três Reis Magos. Este é apenas uma das homenagens ao trio. 

O Natal e as religiões

Não pense que o Natal é comemorado apenas pelos cristãos. A seguir, vamos mostrar como outras religiões celebram este dia considerado tão importante. 

Catolicismo

Durante a véspera e dia de natal, os católicos se reúnem para assistir a missa que simboliza o nascimento de Jesus. No Vaticano, o papa celebra a Missa do Galo.

Judaísmo

O natal dos judeus se chama Hanukkah, que hebráico se chama festa das luzes. Celebra-se a vitória dos judeus contra a Grécia. Neste período, eles acendem velas no “menorah”, um candelabro que armazena 8 velas. 

Umbanda

Já na Umbada, o orixá associado ao Cristo é Oxalá, o principal. No dia 25, eles agradecem a entidade por todas as ações na terra.

Evangélicos

Os evangélicos comemoram o nascimento através de orações nos cultos ou montam grupo de orações em casas. 

Espiritismo

Os espíritas, por sua vez, comemoram de forma discreta, no qual fazem refeições simples, sem bebidas e muito menos carne. É um momento de refletir as ações do Messias. 

Agora que você sabe o significado do Natal e como é comemorado nas mais diversas religiões, compartilhe este texto.

1 Comment
  1. […] espíritas creem em Cristo e na bondade como caminho para ascensão. Enquanto em, religiões mais tradicionais Cristãs como o catolicismo e protestantismo não creem na possibilidade da reencarnação, e sim […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.