Por que São Pedro é considerado o primeiro Papa?

0

Sendo um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, São Pedro, aquele para qual é direcionada a frase “Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”, sendo

 considerado pela tradição da Igreja Católica como o primeiro Papa, embora naquela época não existisse de fato o título em questão.

Com isso, muitos se perguntam o porquê da Igreja considerar Simão Pedro como o primeiro pontífice. Mas, ao levantarmos diversos fatores de sua jornada religiosa, é possível compreender o que leva São Pedro a este importante título.

Conteúdo

Como São Pedro se tornou o primeiro Papa?

Assim como muitas informações sobre o início do cristianismo, os relatos sobre a vida e trajetória de São Pedro estão fortemente presentes na Bíblia Sagrada, sobretudo a passagem do evangelho de São Mateus.

Como Sao Pedro se tornou o primeiro Papa

Sendo o principal alicerce para a Igreja Católica considerar o apóstolo como seu primeiro papa. O santo também é considerado pelos fiéis como fundador da Igreja, ao lado de São Paulo.

Além disso, nos primórdios do cristianismo, a palavra “papa”, que significa pai em latim, era um termo amplamente utilizado para os líderes religiosos. Contudo, Simão Pedro já era considerado um líder entre todas as comunidades que existiam, algo que também é levado em consideração pelos membros da Igreja e por estudiosos para o conceder o título papal.

Por que São Pedro é considerado o primeiro Papa?

Outro ponto extremamente importante para esse título ser dado a São Pedro é a sua morte. Simão Pedro foi crucificado durante o governo do Imperador Nero, um ferrenho perseguidor dos cristãos, e sendo um grande líder da Igreja, a sua morte o tornou um mártir entre os fiéis. 

Junto disso, é de comum acordo entre muitos estudiosos que o santo foi enterrado nas proximidades de Roma, numa região conhecida como Vaticanus, e pelo martírio de sua morte, junto com a passagem do evangelho de São Mateus, a Igreja foi erguida no local onde é considerado seu túmulo.

O que São Pedro fez como o primeiro Papa?

São Pedro foi responsável pela criação e organização de várias das comunidades religiosas da época, sobretudo na região da Antioquia, na atual Turquia, e em Corinto. Além disso, Simão Pedro sempre teve um destaque de liderança antes mesmo da morte de Cristo, como constam em diversos trechos do evangelho, e foi uma das principais vozes no que é considerado atualmente como o primeiro concílio da Igreja, no ano de 51, onde Pedro afirma ser encarregado de liderar o cristianismo.

Como o papel do Papa se desenvolveu ao longo do tempo?

Oficialmente, o título de Papa só foi utilizado pela primeira vez com Damásio I (305-384), que comandou a Igreja por 18 anos. A partir desse ponto, o pontífice passou a utilizar o anel do pescador, relembrando a importância e o martírio de São Pedro para a Igreja.

Outro ponto importante é que, de acordo com as tradições, o Papa é o sucessor de Simão Pedro como líder da Igreja Católica. Tanto é que o segundo Papa é Lino, escolhido pelo próprio Pedro como seu sucessor.

Que poderes o Papa tem atualmente?

Nos dias de hoje, o título de Papa, por ser sucessor de São Pedro, representa o líder máximo da Igreja Católica, sendo responsável pela parte legislativa, executiva e judiciária de toda a Igreja. Somente o Papa pode convocar um Concílio Ecumênico, onde todos os bispos do mundo se reúnem com o pontífice.

O Papa também é chefe do Estado do Vaticano, considerado assim desde o ano de 746. Com isso, o líder da Igreja possui um assento na ONU, podendo se pronunciar durante as Assembleias da Organização.

Graças a toda sua importância para a Igreja Católica, São Pedro possui diversos seguidores, que assim como o mesmo, buscam espalhar o evangelho de Jesus com fervor e fé. O primeiro Papa não somente é um grande símbolo da Igreja, como da história.

Leave A Reply

Your email address will not be published.