Salmo 32 revela Davi como alguém que assumi seus pecados e pede o alívio e perdão vindo do Senhor. O rei considera a misericórdia de Deus, portanto, confia que o Senhor lhe justificará e o livrará do fardo pesado.

Salmo 32 mostra Davi comparando, a necessidade da presença de Deus em sua vida, como seu corpo necessitava de água para sobreviver. Por isso, ele comparou seu humor à sequidão de estio. Ele precisava de Deus para sobreviver.

salmo 32

O salmo 32 mostra que aqueles que seguem a impiedade, sofrem muitas dores, mas os que confiam no Senhor a misericórdia os cercará

Leia o salmo 32

Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.

Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.
Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.)

Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)

Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.

Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá.)

Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.
Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti.

O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no Senhor a misericórdia o cercará.
Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.

Salmos 32:1-11

tomar água

Por quem o salmo 32 era cantado

Esse salmo foi cantado por Davi, os levitas

Ouça o salmo 32 na voz de Cid Moreira

Breve estudo sobre o salmo 32

Analise do Salmo 32

Davi confessa: “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia” (32:3). Davi estava com a consciência pesada: “Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim; e o meu vigor se tornou em sequidão de estio” (32:4).

A solução é buscar a Deus, e é isso que Davi fez: “Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado. Sendo assim, todo homem piedoso te fará súplicas em tempo de poder encontrar-te. Com efeito, quando transbordarem muitas águas, não o atingirão” (32:5-6).

Reconciliação

É chegada a hora, agora, da reconciliação com Deus, livrando-se das manchas do pecado, pelo precioso Sangue de Jesus.

E Deus está pronto para aceitar o arrependido, preservando-o do mal: “Tu és o meu esconderijo; tu me preservas da tribulação e me cercas de alegres cantos de livramento” (32:7).

Davi agora está pronto para instruir a outros, pois sabia da dor de estar contaminado pelo pecado e do alivio que veio de Deus, através do arrependimento: “Instruir-te-ei e te ensinarei o caminho que deves seguir; e, sob as minhas vistas, te darei conselho.

Não sejais como o cavalo ou a mula, sem entendimento, os quais com freios e cabrestos são dominados; de outra sorte não te obedecem. Muito sofrimento terá de curtir o ímpio, mas o que confia no Senhor, a misericórdia o assistirá” (32:8-10).

Para quem ainda não se entregou a Jesus, a Bíblia ensina o que fazer: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (Atos 2:38).

E para quem já passou pelas águas do batismo: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro” (1 João 2:1-2).

Portanto, “Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó justos; exultai, vós todos que sois retos de coração”

por Domingos Sávio

Como trabalhar o salmo 32 com crianças e adolescentes na escola

“Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio”.

  1. Você sabe o que é “sequidão de Estio?”
  2. Por que o salmista escreveu que seu humor havia ficado desse jeito?
  3. Por qual motivo sentimos sede, você sabe?
  4. Faça uma pesquisa e traga para comentarmos em sala sobre a importância de se hidratar, ou seja, tomar água constantemente.
  5. Para ajudar, assista o vídeo abaixo e tire suas conclusões!

Fim

Como foi para você conhecer o Salmo 32?  O amparo da parte do Senhor, é a garantia de sucesso e felicidade. Se você gostou desse salmo, deixe seu comentário, ou então compartilhe com amigos. Venha conhecer outros salmos e mais materiais aqui da Demonstre. Temos muita coisa interessante para compartilhar com você!

                                         Um abraço e até breve!

Sobre

Besoul is fascinating about clothes, happy living and beauty! We want you to share our interests and find something you might love from your heart. We regularly post news and blogs to make you happy!
© 2019 Besoul. Made by Crocoblock.